Pular para o conteúdo principal

UN DOLCE RITORNO AL CASOLARE - Giovanni Campisi

enviado pelo autor

poema em italiano/português

UN DOLCE RITORNO AL CASOLARE
(Per Claudia Brino)

Claudietta in tutta fretta
Salta sulla sua bicicletta
Pedala in tutta fretta
Suonando la trombetta.

I colombini spaventati
Svolazzano disorientati
Posandosi su verdi prati
O su alberi quasi spogliati.


Claudietta, Claudietta
Non andare troppo in fretta
C’è sempre tempo per sognare
Un dolce ritorno al casolare.

© Giovanni Campisi

UM DOCE RETORNO À CASA DE CAMPO
(Para Claudia Brino)

Claudietta com toda pressa
Salta em sua bicicleta
Pedala com toda pressa
Jogando a trombeta.

As pombas assustadas
Voam desorientadas
Desembarcando em prados verdes
Ou sobre árvores quase despojado.

Claudietta, claudietta
Não ir com muita pressa
Há sempre tempo para sonhar
Um retorno doce para a casa de campo.

© Giovanni Campisi

Comentários

Anônimo disse…
kkkkkkkkkk até a Claudia foi homernageada. Viva!!!!!!
Cida Micossi
Anônimo disse…
Muito legal, parabens Giovanni.

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.