ESTRELA É MESMO UM BICHO BOM - Hélio Sena

mascarado

no grande baile da vida,
digo: acostumei-me às máscaras!
tenho de todas as cores,
de todos os formatos;
cada uma
mais fascinante que a outra...

e digo mais: uma noite, exaurido da festança
(dessa vez,
estava usando minha máscara preferida!),
tranquei-me, sozinho, lá no quarto...
então, com o olhar fixo no espelho,
falei: vou dormir assim mesmo!

e de fato dormi, e acordei outra pessoa...
perdi-me para sempre,

mas encontrei a tal felicidade!

humílima canção do exílio

agora tô por cá
mas
meu coração ficô por lá
lá, lá, lá

lá é só cantá
em parceria com o sabiá
já cá é só chorá
cá, cá, cá

oh! preciso voltá pra lá
pois a vida, cá
tá difícil suportá
tá, tá, tá

 poesia úmida

a lama
de quando
c
h
o
v
e
é
igual
zinha
à
lama
formada pela
l
á
g
r
i
m
a
colhida
por unhas encardidas


adquira diretamente com o autor
Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários