Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Encantamento de Geraldo José Sant'Anna - arquivo

O encantamento da leitura


O livro Encantamento,do Prof. Geraldo José Sant´Anna, foi distribuído gentilmente aos Coordenadores Pedagógicos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) da Região de São José do Rio Preto. O Projeto “ Incentivo à leitura  e à produção literária e acadêmica”, da Profª Erika Cristina Silva Batista Queiroz, objetiva incentivar a leitura, a produção e publicação literária de professores e alunos pertencentes às escolas técnicas daquela região.
O projeto prevê várias etapas a começar pelo desenvolvimento de projetos específicos em cada Unidade Escolar, respeitando as especificidades dos cursos e as características de seu público. O livro “Encantamento” motivou a todos com a sensibilidade da leitura, a declamação dos poemas e várias outras atividades que alicerçaram as atividades literárias. A primeira Oficina foi de sensibilização e discussão dos objetivos centrais do projeto. Serão cinco encontros ao longo do ano e em cada encontro os participantes trocarão experiênc…

Desafio Literário - CPL

No último encontro do Clube de Poetas do Litoral, sobre coordenação de Cláudia Brino a turma do CPL continuou pontuando no Desafio Literário, que desta vez trouxe o Quebra Cabeça Poético dos poetas José Vieira de Almeida e Thereza Ramalho Figueredo, além da Forca Literária.

Veja como ficou a pontuação

cida micossi 550 pontos
clara sznifer 550 pontos
deise domingues giannini 340 pontos
edite capelo - 310 pontos
josé vieira de almeida 480 pontos
kedma o'liver 380 pontos
ludimar gomes molina 610 pontos
olímpio coelho de aráujo 580 pontos
thereza ramalho figueredo - 290 pontos
vieira vivo   - 530 pontos









Haicai - Paulo R. Rodrigues

Orgasmo - poema de Vieira Vivo

A Primavera e a Páscoa - Teresinka Pereira

NOTA MUSICAL - 20 de março

Há 150 anos, em 20 de março, nascia na região portuária do Rio de Janeiro o compositor e pianista Ernesto Nazareth (1863 -1934). Referência em diversos gêneros musicais, como o tango e o choro, compôs a primeira polca, "Você bem sabe", aos 14 anos. Escreveu cerca de 200 peças para piano. Compondo seu enorme legado artístico, estão as músicas “Brejeiro”, “Apanhei-te, cavaquinho” e “Odeon”. Em 1920, Villa-Lobos dedicou a ele o "Choros N. 1" para violão. A obra de Ernesto Nazareth tem valor inestimável para a música brasileira, acolhida tanto em programas clássicos como nas rodas populares. O Instituto Moreira Salles, um dos guardiões do acervo do compositor, colocou no ar um site especialmente para a efeméride dos 150 anos, com a colaboração de outras instituições, que pretende ser um "ponto de encontro" da música a partir de Ernesto Nazareth.

Por Ivan Pereira Santos Júnior

NOTA MUSICAL - 21 de março

Assim seria o rosto do compositor alemão Johann Sebastian Bach (1685-1750), nascido em 21 de março, segundo reconstrução digital feita pela legista escocesa Caroline Wilkinson, em 2008. Nascido em Eisenach, Bach foi uma das maiores personalidades musicais da História. Se hoje é reconhecido como genial compositor, em vida este talento não foi tão reconhecido. Em sua época, era considerado um excepcional instrumentista, especialmente no órgão. Herdeiro de uma família de músicos, aos 8 anos se destacou no coro escolar. No ano seguinte, órfão, foi entregue ao irmão mais velho, Johann Christoph, que passou a lhe ensinar música. Em pouco tempo, Bach cantava em coros e também nas ruas, em casamentos e velórios. Em 1703, foi nomeado violinista da Corte de Weimar, mas preferiu ser organista titular em Arnstadt. Por influência da vertente contrapontística - que o levou a ter mais liberdade de improviso -, teve que deixar o trabalho. Voltou a morar em Weimar, onde atuou como organista e violinis…

NOTA MUSICAL - 27 de março

27 de março,  foi celebrado o nascimento de um dos mais importantes instrumentistas do século 20, o violoncelista e regente russo Mstislav Rostropovich (1927-2007). Nascido em Baku, na antiga União Soviética, estudou no Conservatório de Moscou. Sua carreira foi marcada pelo bom relacionamento com diversos compositores, pois não apenas encomendava mas também recebia obras especialmente feitas para ele. Esta relação foi especialmente frutífera com Britten, que lhe dedicou suítes, uma sonata e a "Sinfonia para violoncelo". Além de contribuir para a expansão do repertório do instrumento, era reconhecido por sua técnica excepcional e interpretações intensas.

por Ivan Pereira Santos Júnior

PARA TENENTE LEONARDO MACHADO DE LACERDA - Natanael Gomes

PARA TENENTE LEONARDO MACHADO DE LACERDA (Tragédia em boate: Tenente carioca morre após salvar colega e tentar resgatar menina)
Você não para, rapaz?
- É preciso ir lá.
Mas quantos já salvaste?
- Perdi a conta.
Então, fica, respira.
- Ficar não conta.

E lá foi lá foi à pira.
Amava o que fazia.
Sem medo da perda
que haveria.
Da festa a que faltaria
de sua amiga em flor.
Das piadas que não mais diria.
Das dores que embora em sangue
nos enchem a vida vazia.
Do amor ferido que eleva o ser
embora ao peito dolorido.
Não veria mais aquele rosto,
aquelas pernas, aque la cintura,
aquelas flores, aquelas pinturas,
aquele cachorro de olhar humano,
aquele livro, site de cultura.

simples assim... Cláudia Brino

NOTA MUSICAL - 26 de março

O compositor e regente francês Pierre Boulez completou em 26 de março de 2013, 88 anos de idade. Ele é um dos nomes mais importantes da música clássica nos séculos 20 e 21. Boulez chegou a estudar Matemática antes de decidir pela formação em Música no Conservatório de Paris. Lá foi aluno de Olivier Messiaen, que muito o influenciou. No final dos anos 1940, já se posicionava na proa da vanguarda musical europeia. A partir da década de 1970, começou a assumir postos de regência de grandes orquestras mundiais. Como maestro, sua especialidade sempre foram as obras do século 20 e a música contemporânea. Em 1973, atendendo a um pedido do presidente francês George Pompidou, fundou em Paris o instituto de pesquisa musical Ircam (Institut de Recherche et de Coordination Acoustique/Musique). O repertório de Pierre Boulez abriga inúmeras formações musicais: orquestra, grupos de câmara, instrumentos solistas, voz e eletrônica. Sua música mais significativa é "Le marteau sans maître", de…

NOTA MUSICAL - 25 de março...

Dia 25 de março nos remete ao nascimento do lendário maestro italiano Arturo Toscanini (1867-1957). A carreira de Toscanini na regência começou no Brasil. Em 1886, ele era violoncelista e trabalhava como regente assistente do coro de uma companhia de ópera italiana que apresentaria "Aída", de Verdi, no Rio de Janeiro. O maestro e compositor Leopoldo Miguez deveria reger a ópera, mas, na última hora, foi afastado por desavenças com os cantores.Toscanini sabia a partitura de cor e, poucos minutos antes da récita, assumiu a batuta pela primeira vez na vida. Seu desempenho surpreendeu a todos e o levou a reger as demais apresentações daquela turnê. Ali começava sua histórica carreira na regência, que depois se caracterizaria pela intensidade e pelo perfeccionismo.


Ganhe este livro

GRÁTIS - GRÁTIS

leve este LIVRO NA FAIXA
VERBO de Cláudia Brino
(capa brochura - 90 páginas)

escreva EU QUERO ...
(você receberá um bicho para concorrer na Federal do dia 30/03/2013) -

"O melhor poemario que li neste ano" (Cláudio Feldman - 2012)
" É fascinante saber e descobrir que o mundo, está ostra metafórica, tem pérolas como este livro" (Roberto Massoni)

quatro capas diferentes criadas pelos designers Márcia Okida, André Reis, Alexandre Bar, Just Design (Bruna Bru Quevedo e Rodiney Assunção). 

CONHEÇA OS GANHADORES  


Viagem Ilusória - Eunice Tomé

Você conhece Edson Bueno de Carmago?

pois estamos, neste momento, apontando para ele ... 

Leia o que ele anda dizendo por aí...

Centro Internacional: Poesia Amanhã

NOTA MUSICAL - 17 de março

Em 17 de março de 2013, comemorou-se 85 anos do compositor e gestor cultural brasileiro Edino Krieger, um dos grandes nomes da música clássica de nosso país. Nascido na cidade catarinense de Brusque, começou a estudar violino ainda criança com seu pai, Aldo, que era maestro. Na adolescência, transferiu-se para o Rio de Janeiro. Estudou composição com Hans-Joachim Koellreutter no Rio, com Aaron Copland em Massachusetts (EUA) e com Lennox Berkeley em Londres. Atuou nas rádios MEC e Jornal do Brasil. Sua vasta obra artística inclui peças orquestrais, música de câmara, obras para piano solo e obras para coro, entre outras formações. Criou as Bienais de Música Brasileira Contemporânea, foi diretor de música da Funarte, presidente do Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro, presidente da Academia Brasileira de Música em duas gestões e diretor da Sala Cecília Meireles, entre outros cargos. A vida musical brasileira deve muito ao seu talento como compositor e ao seu fôlego como administrad…

REVISTA PRISMA CULTURAL n.º 012

ACESSEM!!! COMENTEM!!! DIVULGUEM!!! UM ABRAÇO.

COLABORADORES PRESENTES, E QUE PRESENTE :
ADEMIR ANTÔNIO BACCA, MANO MELO, LEILA MÍCCOLIS, RICARDO ALFAYA, LÚCIA NOBRE, BEATRIZ AMARAL, BRASIGÓIS FELÍCIO, TANUSSI CARDOSO, CAIRO TRINDADE, REGINA LYRA, CLAUFE RODRIGUES e EDUARDO TORNAGHI.


REVISTA PRISMA CULTURAL


Arcanjo Miguel - Emanuel Medeiros Vieira

ARCANJO MIGUEL
PARA O MEU IRMÃO E AMIGO CHICO (E PARA OS MEUS AMIGOS)
São as asas que aspiro: cumpro-me, Arcanjo Miguel. És proteção. Tua misericórdia – argila.
Guerreiro: nessas lidas, nesta caminhada – breve sopro.
“São muitas a ciladas, Emanuel”, me advertes. E como são tantas, Arcanjo! (Perdoa a autopiedade.)
Anjo agregador, aplaca a ansiedade, dissipa a névoa, edifica a paz, e não te esqueças de todos aqueles que não têm voz, os escondidos, os pobrezinhos, os não-célebres, os humildes, os tantos franciscos despojados.
Tanto me salvaste. se não for pedir demais, continua a me salvar até a hora de atravessar a ponte.

NOTA MUSICAL - Villa-Lobos - por Ivan Pereira

HEITOR VILLA-LOBOS
Este mês, comemora-se o 126o. ano de nascimento do maior compositor brasileiro de todos os tempos, considerado, ainda, o maior das Américas e um dos principais da primeira metade do Século XX. Nascido em 05 de março de 1887, filho de Noêmia Monteiro Villa-Lobos e Raul Villa-Lobos, Heitor Villa-Lobos foi desde cedo incentivado aos estudos, pois sua mãe queria vê-lo médico.No entanto, Raul Villa-Lobos, pai do compositor, funcionário da Biblioteca Nacionale músico amador,deu-lhe instrução musicale adaptou uma violapara que o pequeno Heitor iniciasse seus estudos de violoncelo.

VI Concurso de Haicai Caminho das Águas 2013

 VI CONCURSO NACIONAL DE HAICAI “CAMINHO DAS ÁGUAS”

O Grêmio de Haicai “Caminho das Águas”, Santos/SP, abre inscrições para o VI Concurso Nacional de Haicai Caminho das Águas.
O concurso está aberto à participação de praticantes de haicai, com idade mínima de 15 anos, filiados ou não a Grêmios de Haicai.
Cada participante poderá inscrever-se com dois haicais inéditos, optando, obrigatoriamente, por dois dos kigos (termos de estação) a seguir: borboleta elua.
Os haicais deverão seguir, obrigatoriamente, a linha deMestre Bashô, ou seja, conter o kigo, ser construído com 17 sílabas poéticas em 3 versos de 5 – 7 – 5 sílabas, sem título ou rima.

GANHE ESTE LIVRO - Luas e Marés

LEVE ESTE LIVRO NA FAIXA -

é só enviar um e-mail para cacbvv@gmail.com dizendo EU QUERO
 e você receberá um bicho para concorrer na federal do dia 16/03/2013. PARTICIPE E DIVULGUE!!!

antologia LUAS E MARÉS -
(haicais elaboborados por moradores de rua, dentro do projeto: Lendo, Refletindo e Produzindo - organizado por Mahelen Madureira na Associação Prato de Sopa Monsenhor Moreira, em Santos.
Considerado pela haicaísta Teruko Oda um dos 12 livros de haicais mais importantes publicados no Brasil.

Capa dura - 68 páginas

CONHEÇA OS VENCEDORES da promoção LEVE ESTE LIVRO NA FAIXA
promoção da Ed. Costelas Felinas (15 anos em 2013).

A Caminho do Umbigo - Geraldo Sant'Anna

A Caminho do Umbigo  do autor Geraldo Sant Anna em São José do Rio Prêto, São Paulo.
Genêro - Poesia - 1ª edição - 2013 -  Capa dura - 115 páginas
Ed. Costelas Felinas (livros artesanais)
"Este livro não nos religa a nossa fonte primordial, mas apresenta as muitas nuances de quem somos. Nossas expectativas, medos e desejos. Nossos sonhos e nossos pesadelos. De alguma maneira fala um pouco de nossa essência." (palavras do autor) — 

ABRANGÊNCIA LIBERTÁRIA DE JORGE AMADO - por Vieira Vivo

ABRANGÊNCIALIBERTÁRIA DE JORGE AMADO
A abrangência libertária consiste na expansão contínua de nossos conceitos.

Um pequeníssimo flash desta abrangência é o prefácio que Jorge Amado escreveu para “Os morcegos estão comendo mamão maduro”, romance lisérgico de Gramiro de Matos (Ed. Eldorado, 1973), livro sintonizado com a ideologia hippie e trazendo uma estrutura espasmódica onde o texto é vomitado sem fôlego e sem parágrafos e em borbotões contínuos de imagens. Amado encantou-se com este tipo de narrativa que veio a dar frutos, pois a partir daí mais dois livros, com estrutura idêntica, surgiriam em nossa literatura nos anos seguintes: “Catatau”, de Paulo Leminski (Ed. Grafipar, 1975 e “Galáxias” de Haroldo de Campos (1984, Ed. Ex Libris).