Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

SEI - por Kelly Cristina Carvalho

enviado pelos autores


SEI

Sei que o tempo passa 
Sei que as pessoas se vão 
Sei que os sentimentos se vão. 

LANÇAMENTO - Tempo Comum de Eunice Arruda

enviado por Eunice Arruda

 Saiba mais sobre a autora

lançamento do disco SEUVA

enviado por Coletivo Marte

Marco Nalesso e A Fundação fazem show de lançamento do disco SEUVA  em São Paulo.


CONFIRME PRESENÇA: https://goo.gl/dS70Lf

Serviço
Marco Nalesso E A Fundação – Show de lançamento do disco SEUVA em São Paulo.
02 de Outubro.
Abertura dos portões - 23h. Início do show: 1h
Armazém Cultural - Rua dos Cariris, 48, Pinheiros.
Próximo ao metrô Faria Lima, linha amarela.

QUERO TE ROUBAR - por Kelly Cristina Carvalho

enviado pelos autores

QUERO TE ROUBAR 

Quero te roubar seu ultimo olhar. 
Quero te roubar seu ultimo beijo. 
Quero te roubar seu ultimo desejo. 

LEMBRANÇAS DO TIO NENÊ - por Roberto Prado

enviado pelos autores
LEMBRANÇAS DO TIO NENÊ

Fala-me ele de seu tio Nenê Da mesa posta aos domingos Da briga de irmãos e primos Pela primazia dos bicos da baguete Fala-la me o velho dos almoços Dos espaguetes, das manchas na toalha da mesa Do vinho tinto dos grandes Dos vinhos com soda dos pequenos Do charuto e do Gardel girando

CUANTO QUISIERA -de REYNALDO ARMESTO OLIVA / foto: Marcelo Luiz de Freitas

enviado pelos autores


CUANTO   QUISIERA
Por mas que toqué madera lo caro no fue barato hay días que pienso y trato alargar mi corta espera. Quizás , de alguna manera

SAUDADE - por Kelly Cristina Carvalho

enviado pelos autores

SAUDADE

Fechar os olhos, ouvir o galo cantar e saber como a felicidade nessa vida é tão simples. Como um sonho de saudade, fechei os olhos e sonhei estar novamente lá na antiga casa que vovó Julia viveu, até a vida lhe roubar os seus últimos suspiros, era uma casa simples no meio daquele Sertão de Deus, passava a cidade, pegava a estrada de terra que parecia não ter fim, passava a fazenda São José, atravessava a Capela de São Marcos do povoado Varjão seguia até as últimas terras, lá no meio da campina aparecia uma casinha pintada de rosa, quantas saudades desse pedaço de chão que mais parecia um paraíso do céu nessa terra.  Como é bom ter as lembranças da infância era uma outra vida, da casa simples pintada de rosa, daquelas terras, daquele Sertão. (mas como dói querer viver nem que for apenas um minuto aquele tempo, olhar nos olhos de vovó) Mas fecho os meus olhos, e a saudade me invade, as lágrimas de saudades caem, e novamente eu estou lá, vejo vovó Julia rezan…

FÉRIA por Roberto de Queiroz

enviado pelos autores


FÉRIA Roberto de Queiroz Hoje a féria faz-se pequena, o vaivém vale menos, o cordel decepa-se ao meio: o canzarrão morde-o com a sua boca enorme.

O Emplasto - Revista Literária - 5ª edição

enviado por Raniery Dantas de Abrantes

O Emplasto - Revista Literária - 5ª edição. Três poemas de Raniery Dantas de Abrantes nas páginas 25 e 26. confira aqui

Primavera - por Marcelo Ignácio

enviado pelos autores



Primavera 

Chegou ainda era quase madrugada  Clareando com a energia do sol  Se mostrando como aquarela No colorido dos jardim  
Azaleias se abrem em floradas E a Dama da Noite vestida de branco e violeta Sim as Violetas E as Marias Sem Vergonhas ainda tímidas

SARAU Hilda Hilst

enviado por Clara Sznifer


Matizes de Estirpe por Rani Lied-Strauss

enviado por Rani Lied-Strauss
O PROJETO
     A arte e o empreendedorismo são duas grandes paixões, e foi por isso que eu aliei essas duas áreas, tão importantes, para ajudar as pessoas a terem contato com obras de arte e, dessa forma, cumprir o desafio de manter a veia artística do nosso Brasil, à começar por atrair a atenção para a comunidade artística-cultural da Baixada Santista, que, por muitas vezes, não é apreciada.        A exposição Matizes de Estirpe tem o objetivo de disseminar obras nacionais por todos os cantos do país, por isso visei um tour nacional com obras de minha autoria de variadas técnicas e gêneros, e suas curiosas histórias que expressam o respeito de seu criador pela arte, história e cidadania. Mas antes de alcançar esse tour, é necessário que nos juntemos para realizar uma exibição na cidade de origem dessas obras.

Academia Vicentina de Letras, Artes e Oficios apresenta : Noite de Jacó do Bandolim

enviado por Deise Domingues Giannini



A presidente da Academia Vicentina de Letras, Artes e Oficios, Sra. Suzel Gil Frutuoso convida a todos para a noite de Jacó do Bandolim,  que será apresentada pela poeta e escritora santista Clara Sznifer e por membros do Clube do Choro, com a presença de Jorge Maciel, associado desta Academia.

VII Mostra de Artes - Exposição Terras Desvendadas - por Milla Fernandees

enviado por Regina Alonso


NERGIA SOLAR: POR QUE NÃO DESLANCHA? Por : Heitor Scalambrini Costa

enviado por JORNAL GRITO CIDADÃO: “A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”
ENERGIA SOLAR: POR QUE NÃO DESLANCHA? Por : Heitor Scalambrini Costa A capacidade instalada no Brasil levando em conta todos os tipos de usinas que produzem energia elétrica é da ordem de 132 gigawatts (GW). Deste total menos de 0,0008% é produzida com sistemas solares fotovoltaicos (transformam diretamente a luz do Sol em energia elétrica). Só este dado nos faz refletir sobre as causas que levam nosso país a tão baixa utilização desta fonte energética tão abundante, e com características únicas.

Poemas de Roberto Prado

enviado pelo autor 

CUANTO TE TUVE - de REYNALDO ARMESTO OLIVA / foto: Marcelo Luiz de Freitas

enviado pelos autores


CUANTO  TE  TUVE
La gracia que dios me da gravita en mi pensamiento en este, en todo momento por luces y sombras va. Espero tenerte allá

Poema de Marcelo Luiz de Freitas

O CAPITAL - Jornal de resistência ao Ordinário

poema É APENAS por : EMANUEL MEDEIROS VIEIRA / desenho: Cláudio Feldman

enviado pelos autores
É APENAS
EMANUEL MEDEIROS VIEIRA PARA AS DOUTORAS ALICE E LUCIANA
“É apenas em sacrifício dos sem esperança que a esperança nos é dada” (Walter Benjamin)
Tanta madrugada. Venha sol: como ontem. Os olhos não descansaram nesta noite. E pensas – internalizas fundamente: “É apenas em sacrifício dos sem esperança que a esperança nos é dada. O que fazer? Deste mundo estilhaçado –  só fragmentos e carnificinas. E repetições. Vem sol – como ontem – reitero.

O autorretrato de Luciano Marinho - por Roberto de Queiroz*

enviado por Roberto de Queiroz


O autorretrato de Luciano Marinho Roberto de Queiroz* Na interpretação que faz de seus próprios romances, em sua página no Facebook, Luciano Marinho define-se como romancista recifense. No ensejo, o termo “recifense” funciona como adjetivo pátrio. Assim, a expressão “romancista recifense” não se refere a temáticas oriundas do Recife e suas mesorregiões geográficas. No caso em tela, o “recifense” é o autor, e não a temática de sua obra. Aquele, seguramente, pode ir além de suas fronteiras, enquanto essa, por sua vez, caminha ao lado de seu criador. Nesse sentido, ambos podem ultrapassar facilmente as fronteiras das temáticas regionalistas (“a pobreza do nordestino, a figura do retirante, as intempéries da natureza, a consequente falta de perspectiva de vida”, etc.). Por esse prisma, nota-se que Marinho aborda em seus romances temas urbanos (iniquidade, egoísmo, luta pela sobrevivência, etc.), ou seja, o existencialismo e as amarguras do ser “humano na sua tra…

VII Festival de Poesia Falada do Rio de Janeiro - Prêmio Francisco Igreja

enviado por Cláudio Bento

Delicatta - 10 anos!

enviado pela editora Delicatta

Tenha seu trabalho publicado em livro com autores  de todo Brasil e Portugal! Premiação em troféu para: Finalista na categoria Prosa Finalista na categoria Poesia Destaque na obra

Itanhém Fest / ALUBRA - posse dos acadêmicos

enviado por Michelle Zanin

Itanhém Fest | ALUBRA dá posse a mais de 100 acadêmicos do Brasil e exterior; Zarfeg está entre os empossados

SAIBA MAIS e veja mais fotos

“O BRASIL E A NOTA REBAIXADA POR AGÊNCIA INTERNACIONAL” Por : Profa. Guilhermina Coimbra

enviado por : JORNAL GRITO CIDADÃO: “A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”
“O BRASIL E A NOTA REBAIXADA POR AGÊNCIA INTERNACIONAL”
 Por : Profa. Guilhermina Coimbra
O motivo do rebaixamento é o fato de o Brasil se recusar a entregar as suas fontes geradoras de energia. Pesquisem seriamente, comprovem e deixem de se impressionar tanto com estas alarmantes  “informaçõeszinhas” idiotizadas, sobre “os rebaixamentos” do Brasil. As notas altas – nos Estados em desenvolvimento - são concedidas aqueles pobres países que, sob pressão, concordam em entregar as suas fontes geradoras de

TEMPO DE MEMÓRIAS - (Poema Kelly Cristina Carvalho)

enviado pelos autores
TEMPO DE MEMÓRIAS

Meu tempo é de infinitas memórias 
entre o passado e o presente 
tudo se mistura na saudade 
entre a esperança e o futuro. 

Meu tempo é de infinitas memórias 
entre o amor e a dor
tudo se mistura na verdade 
entre as lágrimas e o tempo. 

VARAL ESTENDIDO! VARAL DA PAZ 2015!

enviado por  Jacqueline Aisenman

VARAL ESTENDIDO! VARAL DA PAZ 2015!
O significado da palavra Paz no dicionário é: 1     relação entre pessoas que não estão em conflito; acordo,       concórdia 2     relação tranquila entre cidadãos; ausência de problemas, de violência Ex.: o bom funcionamento da   justiça garante a p. 3 situação de uma nação ou de um Estado que não está em guerra Ex.: tempos de p.

FLIG - 2ª Feira do livro de Guaxupé

enviado por Ilza Pinheiro

Poema de Marcelo Luiz de Freitas

Convocatória Gente de Palavra - 37

enviado por Gente de Palavra
Regulamento para participação na Revista Gente de Palavra:

Como forma de garantir uma participação ampla e igualitária de nossos colaboradores e facilitar o trabalho de diagramação e revisão, a Revista Gente de Palavra estabelece o seguinte regulamento para os poemas candidatos à publicação:

Poema: Operação, Palavra - de António Félix da Silva Neto

enviado pelo autor

CONVOCATÓRIA ACRE edição 008 / 2015

CONVOCATÓRIA ACRE  edição 008 / 2015   OUTUBRO / NOVEMBRO / DEZEMBRO
Suplemento Literário Acre
www.suplementoacre.blogspot.com

PERÍODO PARA ENVIO  DE MATERIAL
DE 12 DE SETEMBRO A 22 DE SETEMBRO DE 2015

Inscrição pelo correio e/ou via internet
GRÁTIS, MAS ACEITA-SE CONTRIBUIÇÕES LIVRES.


O Selo Editorial Outras Dimensões, através do Suplemento Literário Acre, convida a todos os interessados em publicar trabalhos artísticos e/ou literários nas páginas da oitava edição do Suplemento Literário Acre, com edição prevista para circular entre os meses de Outubro a Dezembro de 2015.
Sendo o lançamento desta edição no dia 09 de outubro na Cinelândia (Sarau Ameopoema).

I – INSCRIÇÕES

palestra: Trem Moderno de Comunicação e Integração Social - por Carlos Santos & Lançamento do livro Família Catedral dos Sentimentos, de Sonhos de Genésio dos Santos

enviado por Antonio Pastori


CONCURSO DE FOTOGRAFIA – 2015 (Clube dos 21 Irmãos-Amigos de São Vicente)

enviado por Sonia Andrade





CONCURSO DE FOTOGRAFIA – 2015

REGULAMENTO
 1 - Participantes a.  Poderão participar somente fotógrafos amadores maiores de 18 anos. b. Não poderão participar membros, associados e funcionários do Clube dos 21 Irmãos Amigos e seus familiares, bem como do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente e seus  familiares.

Café Filosófico "Entre a intolerância e a liberdade: Uma busca pela compreensão" - por Almir José da Silva

enviado por Sonia Andrade
O CEFS tem a satisfação de convidá-lo(a) para o Café Filosófico de setembro. ENTRADA GRATUITA. Vagas limitadas. Reserva por e-mail.

O PÃO QUE O LULA AMASSOU... Por : Maria Lucia Victor Barbosa

enviado por : JORNAL GRITO CIDADÃO: “A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA” www.abdic.org.br
O PÃO QUE O LULA AMASSOU...
Por : Maria Lucia Victor Barbosa No teatro da vida a farsa se faz presente. A hipocrisia, a mentira, a simulação, a impostura, a bajulação sempre ajudaram os vencedores da batalha da existência, sobretudo, os dotados de retórica capaz de iludir e convencer. Na política, palco máximo da simulação, a farsa conta com o poderoso auxílio da propaganda que se sofisticou e se disseminou a través dos meios de comunicação, especialmente, os televisivos. Porém,

Lançamento do livro “Composição Poética” - Marcos Maciel

enviado por Marcos Santos
Lançamento do livro “Composição Poética”
 Um livro mais técnico e adulto do autor de “Sentimentos e Elementos” Marcos Maciel (23), o livro também do gênero de poesias trás assuntos mais fortes do seu “Eu” pessoal e artístico, assim como criticas vistas no macro universo mundial, “Composição Poética” além de trazer sonetos,

MACAU (OU NEM TODAS AS PATACAS DO MUNDO) - por Roberto Prado Barbosa Junior

enviado pelo autor

MACAU (OU NEM TODAS AS PATACAS DO MUNDO)
Roberto Prado Barbosa Junior
 A princípio, para a sua alegria de eterno endividado um dia começou a receber de Macau envelopes recheados com verdes notas de dólares, muitas. Depois, começaram a vir com instruções para investimentos, todas desconsideradas e ignoradas, afinal se não sabia quem as enviava, pouco importavam a recomendações. Quando as cartas pararam de chegar, sua alegria e alívio foram enormes. Já havia mobiliado o apartamento, trocado de carro arrumado, uma amante, acabado com a barriga, e largado do emprego.

Sonho Ébrio - de Antônio Félix da Silva Neto

enviado pelo autor

Sonho Ébrio
Embriaguei-me com a última gota do vinho; Atravessei a ponte em brasas Que me ligue talvez ao inferno... Você partiu... Deixou-me aqui sozinho; Quebrou minhas asas de falcão! Caminhei pelos cemitérios

Poema de Marcelo Luiz de Freitas

Terreiro de Mauá

enviado pelo  Samba de Terreiro de Mauá
Salve gente boa!
Terreiro de Mauá lhe convida para participar de nossa roda de samba à se realizar no dia 12/09/2015 à partir das 17:00 Horas no CCDL. Mais um de nossos tradicionais encontros para celebrar a amizade e os sambas dos velhos mestres que tanto admiramos.
Contamos com sua presença!

TEMPO DE DESPERTAR - Vera Tezza

enviadas pela autora


TEMPO DE DESPERTAR

Oliver Sacks, depositamos flores na sua cadeira - "poeta da medicina moderna."
Gratidão dos escritores...



(Vera Tezza)

Pensamentos Anômalos - Antonio Félix da Silva Neto

enviado pelo autor


Obra: Pensamentos Anômalos Autor: Antonio Félix da Silva Neto Gênero: Poesia Editora: CBJE ISBN: 978-85-413-0597-6

ROGÉRIO CONTO DE EMANUEL MEDEIROS VIEIRA

               ROGÉRIO
 EMANUEL MEDEIROS VIEIRA (enviado pelo autor)
– Vou te trazer uma garrafa de vinho, disse Rogério. Sorriu, – É romeno – reiterou. Era um almoço domingueiro. – Para ti, qual é o melhor início de filme da história do cinema? – Rogério me perguntou. – É o plano sequência  de “A Marca da Maldade” (Touch of Evil, 1958) – respondi. Eu sabia que ele, além de conhecer profundamente a obra de Orson Welles, ele adorava o cineasta. Eu também. – Rogério, todos os bons filmes já foram feitos? – indaguei brincando. – Já. – Mas é preciso não deixar de fazê-los– reforçou. – Mas tudo está mais pulverizado: TV, DVD, internet, outras mídias, a falta de tempo, a ansiedade generalizada das pessoas, a fragmentação das vidas, a perda de sentido, as aporrinhações, a ausência de sentido, tudo durando pouco, o mercantilismo generalizado, tudo – eu discursei. – Pois é – Rogério concordou. Me  abraçou com carinho, dizendo: “é o nosso ‘discurseiro’ e teórico oficial atacando de novo”... Eu ri.

Crônica de Nelson Hoffmann

enviada por Roberto de Queiroz

Sensibilidade


Nelson Hoffmann Escritor e crítico literário Quando publiquei o texto Pai e Filhos, em minha coluna do Jornal Igaçaba, mal se fizera a distribuição do jornal e já me chegava carta do Roberto de Queiroz, comentando o texto. Entre coisas mais, abordava a “sensibilidade” por mim mencionada. Sobre isso, trechos da carta: “Algo no texto Pai e Filhos me chamou a atenção. É essa tal sensibilidade, essa tal espiritualidade, esse tal gosto pela vida interior.

poema de Roberto Prado Barbosa Junior / foto Marcelo Luiz de Freitas

enviado pelos autores


Ao Sol


num raio de sol ronronrona o gato com que sonha ele?
Roberto Prado Barbosa Junior

POETA SAIA DA GAVETA - dia 08 de Setembro

enviado por   POETA SAIA DA GAVETA

Tropicália: Alegoria Alegria - por Celso Favaretto

enviado pela Ateliê Editorial

Tropicália: Alegoria AlegriaCelso Favaretto Lançado em 1979, este estudo de Celso Favaretto tornou-se um clássico sobre o movimento da Tropicália, leitura imprescindível aos interessados pelo tema. O autor reconstitui os nexos entre as composições, os arranjos e as cenas que caracterizam os gestos particulares dos tropicalistas. Explica também as tendências gerais do movimento e mostra como ele desenhou uma nova estética para a música brasileira. Esta reedição, revisada e ampliada, conta com prefácio do músico e linguista Luiz Tatit. de R$ 38,50 Por R$ 23,10

O HOMEM E SEUS MISTÉRIOS Por : Roberto Romanelli Maia

enviado por JORNAL GRITO CIDADÃO:
“A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”

O HOMEM E SEUS MISTÉRIOS
Por :  Roberto Romanelli Maia Será que um homem consegue alterar a sua personalidade, seu jeito de ser e seu comportamento após os 50 anos ou tende a se manter preso e fiel as suas vivencias e experiências e ao que aprendeu, teórica e concretamente, durante todo o seu período anterior de vida ? Será que ele vai d