Pular para o conteúdo principal

"Entre Aldravias" de João Alberto de Faria e Araújo

O poeta João Alberto de Faria e Araújo integra a Sociedade Brasileira dos Poetas Aldravistas pela Sra. Andreia Leal*, através de seu livro "Entre Aldravias"

conheça sua poética 

como
flor
perfumosa
a
alvorada
desabrocha
pesadas
vozes
da
aldrava
ecoam
misteriosas
timbres
argentinos
sopram
em
ventos
outonais
campos
multicores
exalam
inefáveis
olores
florais
plana
a
coruja
sob
negra
túnica
faltam-me
palavras:
meu
vocabulário
ficou
mudo
ruflam
os
tambores
tempestade
a
vista
toque
de
atabaques
blocos
de
afoxés
diante
da
lua
o
poente
enrubesce
num
copo
de
cachaça
afogam-se
mágoas



Veja mais em:


*Andreia Aparecida Silva Donadon Leal - Deia Leal, é Mestre em Letras - Estudos Literários pela UFV, Presidente da ALACIB e Diretora de Projetos Culturais da Aldrava Letras e Artes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.