Pular para o conteúdo principal

ENCONTRO "MAURICE LÉGEARD: MEMORIA"

ENCONTRO "MAURICE LÉGEARD: MEMORIA" -- EM SANTOS NO MiSS, NESTE SÁBADO, DIA NOVE DE FEVEREIRO - TODOS ESTÃO CONVIDADOS

Promoção: MISS (Museu da Imagem e do Som- Santos) + Curta Santos + Cineclube Maurice Légeard + Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) 

ENCONTRO "MAURICE

LÉGEARD: MEMÓRIA"
-- EM SANTOS, NESTE SÁBADO,
DIA NOVE DE FEVEREIRO DE 2014
- TODOS ESTÃO CONVIDADOS

Esperamos todos os interessados,
neste sábado de manhã,
10h30, no MISS
(Museu da Imagem e do Som-Santos).
Endereço: Avenida Pinheiro
Machado, nº 48, térreo.
Quem conheceu
Maurice Legeard (Paris-1925/Santos-1997) está convocado a gravar suas memórias sobre o ativo agitador cultural, criador do Clube de Cinema de Santos (1948), personagem de "O Guru e os Guris" (Jairo Ferreira/1973). Quem não o conheceu, mas quer conhecer a trajetória dele está igualmente convidado. Légeard dá nome ao prêmio com o qual o Curta Santos presta homenagem a personalidades ligadas à difusão do audiovisual na Baixada Santista.

CONFIRME SUA PRESENÇA COM
Junior Brassalotti
+ SANTOS: 
MAURICE LÉGEARD
                  Um grupo de santistas, comandado por Júnior Brassalotti, do Curta Santos, está organizando um encontro (neste sábado, 10h30, no MISS) para novos registros (depoimentos) sobre a trajetória do "educador de gosto" cinematográfico, Maurice Légeard. Um francês que se tornou o mais santista dos santistas. Legéard, que em 1948 criou, com um grupo de cinéfilos, o Clube de Cinema de Santos, morreu em 25 de maio de 1997. Portanto, há quase 17 anos.
               A Tribuna, de Santos, publicou, em primeiro de junho de 1997, uma semana depois do falecimento do francês, um caderno especial com artigos de Gilberto Mendes, Cid Marcus, Ana Maria Sachetto e Narciso Andrade. Em 1995, Paulo Mattos (morto em 2010) escreveu, no Diário da Cidade (Guarujá), um artigo sobre a ação cinéfila e cineclubista de Légeard.
             No texto, Mattos diz que o franco-santista tinha 70 anos. Teria morrido, portanto, com mais ou menos 72 anos. Teria ele nascido em 1924, 1925 ou 1926? Quem sabe??? 
             Miro Antunes me respondeu: Maurice
               nasceu em Paris, em 1925.
                 Todo o material de A Tribuna (Baixada Santista) e do Diário da Cidade (Guarujá) está na internet.
               Na internet encontra-se, também, o filme "O Guru e os Guris", de Jairo Ferreira, curta-metragem com Maurice Légeard, fotografado e produzido por Carlão Reichenbach, montado por Inácio Araújo, com letreiros e ilustrações de Miro Antunes. O filme, realizado em 1973, em 35 milímetros, dura 13 minutos. E está também disponível em DVD (com a obra completa de Jairo Ferreira) organizado pelo cineasta e montador Paulo Sacramento.
               Santistas e paulistas estão convidados a visitar Santos e dar seu depoimento sobre a importância de Maurice Armand Marius Légeard. OK?


        EDUCADORES DO GOSTO 
           
                         Quem conhece a trajetória de Paulo Emilio Salles Gomes (1916-1977)  sabe que além de militante político, curador de cinemateca, professor de cursos de cinema, ensaísta, romancista, roteirista e, até, diretor de um filme desaparecido  (“A Batalha da Borracha”), ele foi um grande “educador do gosto”. Ou seja, integrou, junto com  Linduarte Noronha, na Paraíba, Cosme Alves Netto, no Rio de Janeiro  (e no Amazonas), Walter da Silveira, na Bahia, P.F. Gastal, no Rio Grande do Sul,  Maurice Légeard, em Santos,  Rogério Costa Rodrigues, em Brasília, Salim Miguel, em Santa Catarina, Valêncio Xavier, no Paraná, entre outros,  uma geração privilegiada de formadores de paixões cinéfilas. Se hoje a cinefilia gravita em torno de suportes digitais domésticos, que permitem aos interessados montar suas “cinematecas particulares”, no passado, o processo era outro. Até o início da década de 90, o cinema era uma “missa coletiva” que jorrava imagens em sessões de cineclubes ou cinematecas. E nestas instituições brilharam “educadores do gosto” como os saudosos Emilio-Cosme-Noronha-Walter-Légeard-Salim-Rogério-e-Valêncio. Todos deixaram discípulos fieis". (MRC - Revista de Cinema/Novembro/Dezembro 2012).

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.