Pular para o conteúdo principal

Para que serve a arte, a poesia? - por Dinovaldo Gilioli

Num mundo cada vez mais mercantilizado, pautado pela lógica da rapidez das máquinas e marcado pela dura sobrevivência da maioria das pessoas perguntamos: Qual a função da arte, da poesia? Que tempo sobra para a contemplação, para o necessário e saudável ócio?

Se a poesia não se presta à visão de mercado, não é útil a reprodução do sistema vigente já é, em minha opinião, razão de sobra para degustá-la como uma criança aconchega-se com seu pirulito.

É para isto que deve servir a arte, a poesia e as demais formas de expressão da nossa genuína condição humana. Para nos fazer mais inteiros, mais íntegros com a nossa espécie e mais respeitosos na relação com outros seres e a natureza.
A poesia deve nos ajudar a animar a vida, a dar mais densidade ao nosso cotidiano.  Só assim, me parece, a arte estará verdadeiramente cumprindo o seu papel: o de propiciar espaços para a criatividade, para o exercício crítico e para o deslumbramento do verdadeiro sentido do que é ser humano.

  • Dinovaldo Gilioli
poeta, autor do livro Cem poemas (Editora da UFSC), dentre outros.                       -                dinogilioli@yahoo.com.br


Comentários

Cris Dakinis disse…
Bacana! Sucesso para teus livros. Gostei da leitura sobre a poesia.

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.