Pular para o conteúdo principal

Lembranças de Cida Micossi / foto: Marcelo Luiz de Freitas

 enviado pelos autores

 Lembranças



Lembranças opacas
Inutilmente espalhadas
Pétalas de rosas
Gotas de suor
Lágrimas choradas
Pela ausência do amor.


Na busca das palavras
Sem saber o que dizer
A colheita dessa lavra
Há tempos se pôs a perder
Pois nunca o amor brotava,
Não conseguia florescer

E do choro no leito
Contido no peito
Que não pode extravasar
Só a amarga solidão

Aventurou-se a aflorar.

Comentários

Anônimo disse…
Obrigada por postarem meu poema. Beijos
Cida Micossi
Kelly Cristina disse…
Poema lindo parabéns
Anônimo disse…
Kelly Cristina, que bom que gostou. Bj cida micossi

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.