Pular para o conteúdo principal

Carlos Gama em entrevista de Selmo Vasconcellos

Enviado por Selmo Vasconcellos


Carlos Delphim Nogueira da Gama Neto nasceu em São Paulo, às quatorze horas e vinte minutos do dia vinte e nove de setembro de mil novecentos e quarenta e seis.
Começou escrevendo lembranças e poemas, no tempo do ginásio e, na década de noventa do Século XX, editou o jornaleco “De La Botella” que era distribuído no cais do porto, de mão em mão, às vésperas da edição da Lei dos Portos.
Cartas constantes aos jornais, para falar das mazelas de nossa sociedade levaram-no a manter a produção diária de Croniquetas geralmente cítricas.

Sombra

Tua imagem
fugidia
se esconde,
esguia,
e se esgueira,
como a sombra
da bandeira
em horas
de ventania.

1º de novembro de 2000
  • leia mais poemas e saiba um pouco mais sobre este autor santista clicando aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.