Pular para o conteúdo principal

poema IDIOSSINCRASIA de Leandro Martins de Jesus / arte visual Ana Austin

série: Decifra-me ou te Devoro de Ana Austin
Enviado pelo autor - poema publicado no site Recanto das Letras





IDIOSSINCRASIA

Cada qual com a sua peculiaridade
vê o mundo por seus óculos

Por vez embaçado,
por outra distorcido


Não percebe um distraído
que caminha na calçada
Como se não quisesse nada
Mas, tem fome de viver.

L.M.J.
03/04/2015.

Comentários

Ficou muito bom! Muito obrigado Claudinha Brino e Vieira Vivo.
Obrigado Ana Austin, por colaborar com sua arte visual espetacular!
Com carinho,
Leandro.
ana austin disse…
Eu que agradeço... É muito bom fazer parcerias tão estimulantes... Parabéns!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.