XXVIII CONCURSO DE POESIA - ALAP

enviado por 
Antonio Pastori, guardião da Domingueira Poética



ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE PARANAPUÃ
- ALAP –

Fundada em 21/10/89                       
Sede provisória: Rua Santa Amélia, nº 88 - 1011 Tijuca - RJ - Brasil  Cep.: 20260-030   
 Telefone: (55) 21- 2293-3054



XXVIII CONCURSO DE POESIA - ALAP

REGULAMENTO:

01- Tema: LIVRE.

02- Categoria: INFANTIL, JUVENIL e ADULTO.


03- Cada candidato poderá concorrer com 01 (uma) poesia.

04- As poesias deverão ser inéditas (nunca publicadas ou classificadas em concursos), datilografadas, com o máximo de 35 (trinta e cinco) versos (linhas).

05- O poeta deverá enviar 03 (três) cópias de cada poesia, sem nome ou pseudônimo, em envelope ofício, contendo outro menor com toda sua identificação, inclusive um breve currículo. As categorias: infantil (até 12 anos) e juvenil (até 21 anos) deverão informar a data de nascimento.

06- Período de inscrição: 10 de maio a 25 de outubro de 2016, prevalecendo data de postagem.

07- A Comissão Julgadora será composta por membros de renome literário e sua decisão será soberana e irrevogável.

08- Todos podem participar a poesia e os dados do poeta têm que estar em português. Os trabalhos apresentados não serão devolvidos.

09- Os trabalhos deverão ser enviados para: XXVIII Concurso de Poesia – ALAP / Rua Santa Amélia, nº 88 / 1011 - Tijuca / RJ  CEP: 20260-030.

10- Premiação: Medalhas de Ouro, Prata e Bronze; Menções Especiais e Honrosas. Certificado para todos os participantes.

11- O resultado e entrega das premiações será no dia 12 de dezembro de 2016, às 15 horas e 30 minutos, no auditório da FALB/FALARJ, Rua Teixeira de Freitas, nº 05/ 3º andar – Lapa/RJ.

Rio de Janeiro, RJ, 02 de julho de 2015.
      
Acadêmica Eliane Mariath Dantas

Presidente da ALAP

Comentários