Pular para o conteúdo principal

O PODER MUNDIAL E NÓS Por : Adriano Benayon

enviado por 

JORNAL GRITO CIDADÃO:
“A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”

O PODER MUNDIAL E NÓS

Por : Adriano Benayon 

Defino o capitalismo como um sistema econômico e político no qual capitais privados vão sendo cada vez mais concentrados nas mãos de poucos oligarcas dominantes.  Isso lhes permite conquistar não só as grandes empresas financeiras e produtivas, mas também o Estado.
Isso acontece sob regimes abertamente fascistas e também sob regimes aparentemente democráticos, em que o dinheiro e a mídia, a serviço dos oligarcas, controlam o sistema político e o resultado das eleições.

O capitalismo nos países centrais, mercê notadamente de guerras que envolveram os aspirantes à hegemonia, tornou-se, ao longo dos últimos 350 anos, um sistema de poder mundial, sob a hegemonia do capitalismo britânico, que depois consolidou sua associação com o norte-americano, formando o império angloamericano... http://www.abdic.org.br/index.php/1002-o-poder-mundial-e-nos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

sarau poético "A poesia no Folclore"

A Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios tem a satisfação de convidar você para o sarau poético na Casa do Barão, sábado próximo, dia 05 de agosto, às 15 horas. O tema será "A poesia no Folclore". Venha. Sua presença é muito importante. E após o sarau você poderá  conhecer o Café do Barão para se deliciar com um cafezinho gostoso.  Rua Frei Gaspar, 280.
indicação Deise Domingues Giannini