“A leitura e a literatura são a base de tudo”

enviado por Raquel Naveira


Por Angelo Mendes Corrêa*
Por sua vasta produção literária, Raquel Naveira despertou elogios de nomes da envergadura de Antonio Houaiss, Cleonice Berardinelli, Afonso Romano de Sant’Anna, Lygia Bojunga Nunes e Eclea Bosi, entre outros que têm sabido reconhecer o seu talento poético e crítico, permitindo-nos afirmar, sem o menor favor, tratar-se de um dos grandes nomes da literatura brasileira contemporânea.

Professora universitária há quase três décadas, é doutora em Língua e Literatura Francesas pela Universidade de Nancy, na França, e mestre em Comunicação e Letras pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo. Nesta entrevista, a escritora sul-matogrossense, que publicou seu primeiro livro, Via Sacra, em 1981, e os mais recentes, Quarto de Artista, em 2013, e Dora, a menina escritora e outros contos de infância, em 2014, discorre sobre o fazer poético e a construção de sua obra.

Comentários