Pular para o conteúdo principal

DEUS GREGO de Kelly Cristina Carvalho / arte visual: Ana Austin

 enviado pelos autores


 serie Decifra-me ou te devoro

DEUS GREGO  

Ele chegou com o calor da primavera,
Tinha nos olhos negros, algo de paixão.
Tinha envolto de si, todos os segredos.
Tinha algo de si, todos os mistérios.
Ele é feito de liberdade sem fim...

Ah! Mas quanto desejo se fez o encontro.
Quanto desejo se fez o beijo.
Quanto divino se o momento.


Ele partiu, feito liberdade sem fim.
Levando seus olhos negros.
Levando seus segredos.
Levando seu coração sem medo.



(18 de Outubro de 2014)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.