poema: Barquinho de Vieira Vivo / Foto: Marcelo Luiz de Freitas



céu
mar
sol
lua
sal
pequeno barco que nas tormentas te bates
singela morada de pescaria modesta
firma-te mais onde te debates
e acolhe cardumes em festa

Vieira Vivo

Comentários