Pular para o conteúdo principal

SEM TETO - Teresinka Pereira

SEM TETO
 
A derrota do homem
que injuriado
pela humanidade
quase deixa de ser humano,
degolado pelo destino
sem teto nem pousada
testemunho perdido
da vida.
 
Olho com lágrimas
silenciosas
rendida de impotência
humilhada por não poder
fazer nada...

Teresinka Pereira

POSTAGEM ENVIADA POR Teresinka Pereira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.