MANTRA DEMOCRÁTICO Por : Salvatore D' Onofrio

enviado por  JORNAL GRITO CIDADÃO:
“A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”

MANTRA DEMOCRÁTICO
Por : Salvatore D' Onofrio
            A frase “o crime não vencerá a justiça”, pronunciada pela ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, em ocasião de seu voto acerca da prisão do senador petista Delcídio do Amaral, pode ser considerada um “mantra”. Termo este que, derivado do antigo sânscrito, deu origem ao latim “mens, mentis”, o órgão que nos faz pensar, a disposição mental. Na cultura indiana, hinduísta ou budista, a palavra mantra se reveste de um sentido espiritual, próximo da nossa profecia, indicando o que gostaríamos que acontecesse. O mantra mágico, quebrando os obstáculos, reverte situações do negativo para o positivo.

            O que fazer, então, para o mantra da ministra se realizar, colocando todos os criminosos (políticos, empreiteiros, banqueiros, marqueteiros, lobistas) na cadeia, em nome do sentimento de justiça? Outro juiz federal, Sérgio Moro, afirmou numa recente palestra: “Do ponto de vista de iniciativas mais gerais contra a corrupção, existe um deserto. A Operação Lava-Jato, nesse sentido, é uma voz pregando no deserto”. Citação esta contida na Veja (Panorama, 2/12), onde, no mesmo contexto, lemos também a seguinte afirmação do dramaturgo William Shakespeare: “A marcha do mal sempre é sem termo quando dele participa o governo”. Este poeta viveu na Inglaterra do séc. XVI... http://www.abdic.org.br/index.php/1076-mantra-democratico

Comentários