Mario Tessari fala sobre Buíque Verde de Luis Anto...

Comecei a leitura pelo último conto, talvez porque sou ambientalista e lamento a extinção de muitos pássaros pelo comércio ilegal e pela prisão solitária. Escritura dinâmica, fluente, quase em disparada. Baita estilo. Depois, recomecei pelo começo. Já vi que você gosta do nome Heloneida. E confirmei que de fato o cara do Buíque não era você. Especial de bom O PRINCIPE BELGA. Existem muitos casais que sonham com herdeiros nobres e acabam procriando manézinho mesmo. (risos) Aí, veio A CORRENTE. Começo meio beato,

Comentários