Figura de Linguagem: EPANORTOSE - poema de Thereza Ramalho Figueiredo



Figura de Linguagem: EPANORTOSE
O mar está revolto!
Revolto não!... Bravio...

Suas ondas se espalham pela leve
areia da praia...

Pleno de força
enrola suas brancas ondas
para se jogar na areia!...

Areia pura! branca!
Não tão pura! não tão branca!
apenas areia molhada
pelas ondas do mar!...

Figura de Linguagem: EPANORTOSE
espécie de figura que anula, modifica ou corrige intencionalmente uma palavra ou frase dita anterior-mente. EX: gosto muito de Ângela. Não, minto. Amo-a demais
poema de Thereza Ramalho Figueiredo
Projeto Trajes Poéticos (Clube de Poetas do Litoral) - por Cláudia Brino



Comentários