Pular para o conteúdo principal

INTERVALO - por : João Antônio Pagliosa

INTERVALO
                                                         Por : João Antônio Pagliosa                                                                
No livro de Eclesiastes, capítulo 3, versículo 1, aprendemos que há um tempo certo para tudo, e que estamos sujeitos à força do tempo e das mudanças, e que a maioria dessas forças são superiores as nossas próprias forças, e fogem de nosso controle.
Há um tempo determinado para tudo ocorrer, e há um tempo, isto é, um INTERVALO, entre a promessa e o milagre de Deus.

Como vivemos este intervalo? Muitos são ansiosos demais e por isso, às vezes, põe tudo a perder. É preciso calma e persistência... É preciso ter fé!.. http://www.abdic.org.br/index.php/1474-intervalo
 ´

postagem enviada por jornal O GRITO DO CIDADÃO

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.