Pular para o conteúdo principal

OS GIRASSÓIS VOLTARAM A SORRIR - por Adriana Pavani

E os girassóis voltaram a sorrir...

Quantas vezes, no curso dos dias, giramos tão em torno de nós mesmos que não reparamos no que há à nossa volta? Quantas e quantas flores desabrocham e cumprem seu ciclo sem que sequer olhemos para elas?
Foi assim que certo dia reparei num pequeno campo de girassóis, plantado em um terreno localizado em uma das ruas pelas quais passo todos os dias.   Corria,  como sempre, o  meu trajeto já batido pela rotina diária, mas naquele dia, tudo foi diferente. Não tive como não reparar aquela luz vinda do amarelo intenso dos girassóis e daquele movimento delicado em torno de si buscando a luz do sol...  Mas não era um movimento isolado. Todos faziam seu bailado sincronizados e em conjunto.  E a flor do girassol, tão linda  parecia sorrir, convidando para seu delicado bailado, fazendo-nos repensar as belezas da vida e afinal, por quê e para onde corremos tanto?

O tempo  parecia ter parado. O girassol parecia sorrir. A  visão daquele momento pareceu eterna,  mas não durou mais que alguns minutos. Mas foi o suficiente para que despertasse o  “insight” tão conhecido por quem escreve. Não houve como resistir  àquele momento de inspiração que chega de uma vez e transborda para o papel, traduzindo todo o sentimento represado, se mol-dando em prosa ou poesia. E assim nasceu a poesia “O girassóis voltaram a sorrir” e o que se sucedeu depois foi consequência.  O sorriso dos girassóis possibilitou a reunião de outros textos, também frutos de reflexões que nos


tomam em situações inusitadas como essa que ocorreu com a pequena plantação de girassóis.
Pode parecer estranho, mas os girassóis sorriem. Sim, eles sorriem  cada vez que desabrocham e se voltam à luz do dia. E ao se voltar à luz do dia eles transmitem e transmudam em  poesia. Assim é a vida. Assim é o viver. E, se agirmos tal e qual os girassóis, veremos que a vida possui muito mais beleza e poesia do que se imagina. Veremos, que somos capazes de buscar a luz e emitir nossa luz própria. Veremos que, acima de qualquer situação que estejamos passando, não somos tão destituídos de alegria que não possamos sorrir, ainda que seja um sorriso de leve.

Os girassóis voltaram a sorrir e nos convidam a sorrir para a vida.  Basta aceitarmos o convite e seguir.  - por Adriana Pavani

ed. Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.