Pular para o conteúdo principal

André Flores- Um Simples Gesto

enviado pelos autores

Um Simples Gesto

Com um simples gesto...
Posso ganhar um amigo...
No esguio da competitividade...
Da vaidade, da inimizade coletiva...
Tão incentivada pela vida afora.

Com um simples gesto...
Posso conquistar meu grande amor...
Que no ardor da juventude fez-me apaixonar...
Sonhar uma vida ao lado dela...
E na aquarela das minhas imagens vou pintando...
Oceanos, cotidianos repletos de magia.


Com um simples gesto...
Posso apanhar uma fruta saborosa...
Degustá-la com a pureza da alma...
Massageada pelas sensações...
De estar compartilhando um momento único.

Com um simples gesto...
Posso tocar um pássaro...
Sentir a vida ao meu alcance...
Tão próxima de mim, pulsando num ritmo frenético...
Onde nunca parei para perceber as coisas que valiam a pena ver.

Com um simples gesto...
Posso reunir algumas pessoas, muitas, talvez...
Mostrar a elas que as coisas são diferentes...
Existe gente, que de repente, quer se abraçar...
Num simples olhar, chorar, sorrir e amar...
Se encantar com os simples gestos da vida...
Carícias trocadas ao vento, ao relento da alma...
Tocada pelas coisas simples da vida.

Com um simples gesto...
Busco modificar ao meu modo as coisas, retirar as vendas...
Na qual tapam a vista dos cegos, indigestos e sombrios...
Que no frio de seus corações esqueceram:
Com um simples gesto, um homem mudou o mundo.

 André Flores

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.