Pular para o conteúdo principal

Metarmofose - André Flores

enviado pelo autor


Metarmofose
  
Sou um camaleão...
Em processo de metamorfose...
Mudando, se transformando...
Fazendo da camuflagem...
Uma forma de se modificar...
De tentar quebrar a mesmice.


Sou uma borboleta...
Saindo do casulo...
Deixando de ser lagarta...
Para mostrar toda beleza...
E fazer deste mundo um pouco mais belo.

Sou a nascente do rio...
Deixando ser levado...
Expandindo-se pelas encostas...
Indo de encontro ao mar.

Sou a imensidão do céu...
Tentando encontrar o infinito...
Fazendo da vida um despertar...
Ao nascer do sol, e no encanto do luar.

Sou uma águia voando...
Desbravando o horizonte...
Enxergando o mundo em diversas possibilidades...
Quebrando os paradigmas da verdade absoluta.

Sou um ser errante...
Quixotesco, sonhador...
Mas, metamorfoseando sigo a vida:
Sou camaleão, sou borboleta, sou o rio e sou águia...
Tentando romper com o silêncio das almas...
E fazer com que entendam:
Que a vida pode ser muito mais.
  
André Flores




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.