Pular para o conteúdo principal

OS MESMOS, PORÉM DIFERENTES... Por : Nei Alberto Pies

enviado por
JORNAL GRITO CIDADÃO:
“A MÍDIA QUE NÃO FAZ MÉDIA”


OS MESMOS, PORÉM DIFERENTES...
Por : Nei Alberto Pies
“Somos o resultado das viagens que fazemos, dos livros que lemos e das pessoas que amamos”. (Airton Ortiz)
Inspiro-me em reflexão sensacional do escritor Antonio Prata (Caderno ZH PROA, 03.01.16) com título: 2016. Neste, o autor zomba de gente ingênua que acredita que o simples findar de um ano encerra tudo para começar algo totalmente diferente no ano novo. Afirma também que “o 2016” não entende porque a gente espera tanto dele. Termina citando Heráclito, para lembrar que sempre somos os mesmos, porém diferentes.

Aconteceu comigo na véspera da virada. Em Sarandi, RS. Sentado na cadeira, ouvi o cabeleireiro dizer e concluir, sem que eu nada lhe perguntasse: “Depois dos 40, aprendi a respeitar e viver o tempo”. Justificou-se ainda dizendo que, definitivamente, aprendera a dar mais valor ao agora, pois o dia de amanhã é sempre muito incerto. Sua reflexão foi sugestiva para a minha “festa da virada”.
Histórias de cabeleireiros, enfermeiros, cuidadores, médicos e de outras gentes que cuidam de gente são sempre ricas e emblemáticas; fazem parte das experiências de renovação e sentido que cada um de nós dá à sua vida quando resolve cuidar-se ou promover-se. Estes profissionais precisam despertar confiança, a exemplo do cabeleireiro que com as crianças criou técnica dizendo que não corta cabelos, mas que “arruma para deixá-los bonitos”... http://www.abdic.org.br/index.php/1111-os-mesmos-porem-diferentes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.