Pular para o conteúdo principal

OUTRORA - André Flores

enviado pelos autores


OUTRORA

A madrugada invade...
Arde no peito uma dor...
Dor d alma, dor do coração.


O corpo estendido sobre a cama...
Já foi erguido pelas glórias...
Vivi as vitórias de outrora.

O pensamento vaga no ar...
Dias e noites jogados ao vento...
Peço um alento, um resgate,
Na verdade minha alma se foi.

André Flores

Aprendiz de Poeta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.