Pular para o conteúdo principal

OUTONO - © Giovanni Campisi

OUTONO

Céus azuis profundos
Ar fresco
Folhas coloridas
Esvoaçantes
Aqui e ali.

Nós andamos
Ao longo da avenida
Onde os galhos das árvores
Com folhas multicores
Caem lentamente
Beijando o solo.


Um tapete de folhas ambarinas
Cobre a estrada
E tu bela e charmosa
Mostre-me o pico mais alto
Da colina
Onde está o nosso ninho de amor.

© Giovanni Campisi

AUTUNNO

Cieli azzurrissimi
Aria frizzante
Foglie variopinte
Qua e là
Svolazzanti.

Passeggiamo noi
Lungo il viale
Dove i rami degli alberi
Dalle foglie multicolore
Scendono lentamente
A baciare il suolo.

Un tappeto di foglie ambrate
Ammanta la via
E tu bella e leggiadra
Mi indichi la vetta più alta
Della collina
Dove c’è il nostro nido d’amore.

© Giovanni Campisi

Comentários

deise cultura disse…
Gostei do seu "Outono". Bjs

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.