Pular para o conteúdo principal

O PARADISE por Giovanni Campisi - ilustração Edvaldo Rodrigues Silva

O PARADISE

Na época do perdão
Trouxe-te um presente
Flores de nosso campo
E num piscar de olhos
Se acendeu o teu sorriso
E foi uma vez um paraíso
A alegria em teus olhos
Que, por algum tempo, não toque
Mas agora enxugues
Esperando pelo amanhecer.

© Giovanni Campisi

leia o original em italiano


IL PARADISO

Al tempo del perdono
Ti portai in dono
Fiori dal nostro campo
E in un lampo
Si accese il tuo sorriso
E fu subito il paradiso
La gioia nei tuoi occhi
Che da un po’ non tocchi
Ma che asciughi ora
Aspettando l’aurora.

© Giovanni Campisi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.