Pular para o conteúdo principal

Delírio - André Flores

Delírio


Enquanto o meu coração bate...
Meus pensamentos voam...
E a minha lama invade...
A loucura dos esperançosos.

Talvez eu seja um sonhador...
Quem sabe seja um simples delírio...
Ou talvez, meu espírito esteja se libertando.



André Flores
Aprendiz de Poeta

 poema enviado pelo autor

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.