Pular para o conteúdo principal

poema: A Sombra e o solo de Vieira Vivo / foto: Marcelo Luiz de Freitas


a sombra e o solo
  
A sombra movimenta-se à cata do solo
tornando-se cúmplice de tudo que faço
e este acolhe em seu corpo
a projeção da matéria


E o solo torna-se leito
onde a sombra se aconchega

aos abraços das lonjuras

in Encaixe
ed. Costelas Felinas - livros artesanais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.