Trajes Poéticos - PARAMÓION (figura de linguagem)

PARAMÓION - nome dado à figura de linguagem cujas palavras tem sons iniciais semelhantes, como nestes poemas - repare nas sílabas em negritos.

O vaso
 
 
Vejo um vaso,
cheio de imagens de lugares.
 
Solitário, com paisagens.
Revolucionário, repetitivo.

Identifico-me com ele.
Tenho imagens variadas,
sorridentes e tristes.
 
Há o bem e o mal em mim.
 
Com imagens variadas,
sou estática, sempre só,
como se um jardim existisse,
dentro, bem dentro de mim.

  • Valéria Rodrigues Florenzano
***********************************************

ANJO OU ATRIZ?

Nada me faz tão feliz
Quanto o som da tua voz
Sensual, sensível, porém veloz!

Inocente e fresca, como bala de aniz,
Mas, ao mesmo tempo, algoz.

Será um anjo caído do céu...Branco, cor de giz?

São sensações tão sutis
A aprisionar meu coração cheio de nós!

Que prisão aconchegante, a deste aprendiz?
Estou por um triz,
Mas, não quero sair dela como uma atriz,
Que, para reinar, reinventa-se todo dia em seus perfis!
  • Márcia Brabo
***********************************************
Sifonia

O sol desponta na manhã,
reflete da luz o brilho.

As flores desabrocham felizes,
exibindo suas matizes.

Canta lindo a cotovia.
O canto que cantaria
Somente o sabiá sabia.

Canta alegre, passarada!!!

Grande orquestra na floresta
dita o ritmo do canto.
A floresta está em festa,
cantando canto após canto.

  • Olímpio Coelho de Araújo. (Oca)

***********************************************

 vento vem, veloz.
Arranca-me o chapéu.

O sol escaldante
espalha-se por minha face.

Sinto-me iluminada até por dentro.

Tudo é excessivo no verão santista
Calor demais, areia demais.
E agora, como sobreviver sem chapéu?

Um simples fato tudo muda.
O destino surpreendente espreita a cada esquina.
O mundo é, a cada instante, novo, diferente.
Somos seres em contínua mutação.

  • Sonia R R Rodrigues
***********************************************

Comentários

Anônimo disse…
Infância –

E o tempo temperou aquele dia
Pintando-o co’as cores da alegria.

E Paulo e João e José e Maria
Brincavam em alegre confraria.

Voaram pássaros passando por ali

O canto alegre, a correria
Davam o toque pueril
Àquele dia.

Mas veio a noite
E a despedida
Com a certeza
Da alegria repartida.

Cida Micossi, Santos, 28/06/2015
Clara Sznifer disse…
Poema com Paramoion

A Evolução

Ontem, o começo da criação
A matéria em ebulição

Ontem, o começo dos seres vivos
Do Homem e da exploração...

Agora, lutas, luxúria e arrogância!
Agora , lágrimas e lamentos!
Agora, nações brigam pelo bem, pelo mal”
Prevalecerá o bem ou o mal?

O que nos prepara o amanhã?
A terra que conhecemos,seca e árida
Ou mundos a serem sondados?

Um enigma a se decifrar...
ClaraSznifer
enviado por e-mail

poema de Ludimar

DÚVIDAS
Aquela seita, seiva da vida,
daquele povo cansado,
era aceita com restrição.
“lanternas dos afogados”.

Incógnita, incoerente!

Nas trevas trêmulas do pensamento,
a dúvida dos sentimentos
vai decifrando a fé.

Grilhões gritam sua revolta
e negam a submissão

Verdade se faz cristalina.
Todos são salvos, então.

Ludimar Gomes Molinaq
enviado por e-mail

VERSO
Se o verso vem de repente,
sempre semeia o prazer
e eu sempre fico contente
de ver verso irromper.

poema de Deise Domingues Giannini
É difícil escolher o melhor. Eu dou nota 10 para todos.
enviado por e-mail

AMOR

Quando chega o amor na vida
Outro mundo se irradia
A luz da estrela mais linda
Brilha no dia a dia!

Divina é a voz do amor
Faz coração palpitar
Bater mais forte: tic-tac.

Ansiosa anseias por ele
De manhã, de tarde ou de noite

Na poética poesia
Vai reinando a fantasia!

O amor é a essência da vida!

poema de Edite Capelo
Cris Dakinis disse…
Eu também dou nota 10 à turminha de poetas ótimos, com seus poemas aqui. Gostei demais de "ANJO OU ATRIZ?". Parabéns à autora :)
Quem sou eu, para ser elogiada pela grande Cris Dakinis? Obrigadão!!!
Cris Dakinis disse…
És muito talentosa, isto sim!
Agradeço o gentil cumprimento, um bj!
Pena que só o talento não basta. é preciso ter o capital suficiente disponível para publicar. Como ando com minha vida financeira e emocional muito atribulada ultimamente, isso ainda não foi possível. Preciso ir atrás de patrocínio.
Mesmo assim, muito obrigada pelos elogios....Beijos!
Cris Dakinis disse…
Márcia, querida, que você consiga obter o patrocínio e todo reconhecimento que merece. Amém para todos nós que respiramos a escrita. Que terapia melhor? Os frutos se multiplicam e nos dão, de algum modo, boa paga.
Um beijo grande!!