Pular para o conteúdo principal

A Poesia de Márcia Brabo / foto: Marcelo Luiz de Freitas




A Poesia 

É a cantiga da mente para a alma, com rima,
Tocada em súplicas de amor!
É a impressão da pena sobre o papel, como resina,
Gravada e esculpida com primor!


É a veste elegante e londrina
Tecida e despida sem pudor!
É do pintor, a obra prima,
Sem a tela para expor!

É o palco sem a cortina
Falando mais alto que um ator!
Enfim: - Oração a Deus em sintonia fina,
Clamada em versos, pelo escritor!


Aycrám   - Márcia Brabo

Comentários

Profundo. Parabéns Márcia Brabo.
Obrigada Marcelo, inclusive, pela ajuda na foto.

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.