Pular para o conteúdo principal

Poema de Cida Micossi / foto: Marcelo Luiz de Freitas

enviado pelos autores



Quero o cheiro do pinheiro
Do Natal da minha infância
Acre aroma se espalhava
Na casa, quando eu criança
 
O ponteiro delicado
Lá no topo colocado
Balas, bolas, algodão
Alegria de montão

Família simples muito amada
Reunião alegre na casa enfeitada
Assim era nossa vida

Amor, confiança, gente unida.

Comentários

Anônimo disse…
Jouvana Whitaker amiga querida, obrigada pelo carinho. Beijo
Cida

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.