Pular para o conteúdo principal

Sex Pistols e o Capital: punk de boutique ou "a grande farsa" do "anarco-capitalismo"

enviado por 
Derlone Pereira
Cartão de crédito estampado com o logo da banda Sex Pistols

Sex Pistols e o Capital: punk de boutique ou "a grande farsa" 
do "anarco-capitalismo"

Como disse um chegado meu uma vez, tem piada que não dá pra deixar passar.
Antes que alguém, após ler a matéria logo abaixo que me inspirou a escrever esta nota, pateticamente esperneie e grite de novo "traidores!", é bom lembrar que Sex Pistols desde o início foi uma banda projetada por um empresário (Malcolm McLaren), dono da boutique "Sex" (que preguiça de repetir isso ainda hoje)... Diferente de, por exemplo, um Sham 69 da vida (ufa! consegui não citar o Clash), contemporâneos surgidos espontaneamente nas ruas daquela ilha, como bem lembrou Glauco Mattoso certa vez.
Sex Pistols era uma ótima e visceral banda de rock'n'roll de mãos dadas com a indústria fonográfica (alguma novidade nesse "pecado"?), com a diferença de serem divertidamente cínicos (coisa que hoje não conseguem ser mais... o enfadonho "Filthy Lucre" é prova disso), no gancho do "punk rock" então em surgimento e efervescência, a qual, queira sim, queira não, colaborou muito com seu "formato" tão conhecido hoje.
Sejamos honestos e aceitemos nossas hipocrisias e emaranhados históricos e pessoais... eu mesmo tenho LP do Sex Pistols em casa porque eu acho um discaço de rock! Mas se alguém quer saber melhor "qualé que é" da coisa, dá tempo de conhecer a história de um coletivo-banda chamado Crass ou uma Dischord Records da vida (e pensar sobre isso ao invés de confortavelmente "seguir"), antes que tudo isso (a "liberdade" do cartão de crédito) dê margem para sair engolindo asneiras liberais "anarco-capitalistas" ou pseudo-libertárias (http://libertarios.org.br/liber) por aí, essas sim vigorosamente cínicas e com um discurso que cola e engana fácil os reacion... ops! quer dizer, "rebeldes" desavisados, sobretudo em tempos de crise do capitalis... ops! quer dizer, crise dos governos "comunistas", né?

  • Derlone Pereira



Sex Pistols estampam linha de cartão de crédito 
no Reino Unido
Clientes do banco britânico Virgin Money podem agora pedir seu cartão de crédito estampado com o logo dos Sex Pistols. Inclusive, com os dizeres da música "Anarchy in The UK" (anarquia no Reino Unido).
De acordo com o "The Guardian", o banco afirmou que "é hora de os consumidores colocarem um pouco de rebeldia no bolso". O diretor da divisão de cartões de crédito da empresa, Michele Greene, afirmou ao jornal britânico que os novos modelos celebram "a herança e a diversidade da Virgin".
A instituição financeira é controlada por Richard Branson, fundador do grupo Virgin – que inclui a gravadora com quem os Sex Pistols assinaram em 1977, depois de sair da EMI.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.