Pular para o conteúdo principal

ECOS DO SILÊNCIO de Jaci Ludgero de Souza / foto: Marcelo Luiz de Frreitas

enviados pelos autores


ECOS DO SILÊNCIO...

Quebrou o silêncio ao dizer nada
O silêncio ao dizer nada quebrou
Silêncio ao dizer nada quebrou o 
Ao dizer nada quebrou o silêncio
Dizer nada quebrou o silêncio ao
Nada quebrou o silêncio ao dizer

Comentários

Anônimo disse…
muito bom este eco do silêncio. gostei demais

marcela arantes

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.