Cristais - poema em português e italiano de Kedma O'liver

enviado pelo autores



Cristais

Como gotas de orvalho
as lágrimas caindo
brilhantes como cristais
o teu rosto luzindo
O teu semblante triste
demonstrava desamor,
mostrava a tua descrença,

escondia teu pudor.
Como cristais quebrados
viu tudo acontecer,
desgosto caiu n’alma
queria apenas morrer.
Amor deu alegria,
também deu o desamor,
por quem sorriu um dia
pranteou eterna dor.

  
Cristalli

Come gocce di rugiada
lacrime che cadono
brillante come cristallo
Il tuo volto splendente

Il tuo volto triste
disaffezione dimostrata,
mostrare la vostra incredulità
nascondere la tua modestia.

Come vetro rotto
visto che tutto ciò accada,
desgostocaiu nella nostra anima
Volevo solo morire.

Comentários

Kedma O'liver disse…
muito feliz com a postagem, obrigada
Anônimo disse…
que coisa mais bonita....

catarina
Também alçando voos, Kedma, parabéns!!!1
Cida Micossi