Pular para o conteúdo principal

O EXÓTICO VIRA LATAS CONVERSANDO COM A CHUVA - Iracema M. Régis

O ESTADO DO CEARÁ
GANHA UMA NOVA E GRANDE CRONISTA
                                               
Iracema M. Régis, cearense, nascida em Limoeiro do Norte, CE, com quarenta anos de trajetória literária e 24 títulos publicados, em vários gêneros, tais como poesia, literatura de cordel, conto, literatura infantil, ensaios, biografia, diário (e no momento trazendo a lume um livro de crônicas), seja talvez a escritora de maior bagagem literária na região do grande ABC paulista, onde reside e atua. Surgiu nos anos oitenta do século passado, com um livrinho tímido, de título insignificante – simplesmente Poesia Edições mariposa/1983) e capa ousadíssima para a época, entretanto, já recomendada pelo romancista Antonio Possidonio Sampaio (um dos escritores mais antigos e renomados da região), que no seu pequeno prefácio não disse ser a Iracema M. Régis uma grande poeta, mas estimulou-a a prosseguir, alertando o leitor para o seguinte: “(...) participou de concursos, obtendo a primeira classificação no II Concurso de Poesias de Cubatão, 1980, com a poesia Título não importa e com o poema Meu canto primeiro recebeu o prêmio de melhor intérprete, no III Concurso de Poesias de Cubatão, 1981. Como se vê, antes de estrear em livro, Iracema submeteu-se a julgamento público, que lhe reconheceu mérito, fato suficiente para justificar esta edição”. O incentivo obteve resultado positivo, tanto que a nossa Iracema M. Régis continua a escrever, falar seus poemas em público e editá-los à mão-cheia. Não é à toa que hoje possui 24 títulos publicados.
Vale acrescentar que dos 24 títulos publicados, cinco foram contemplados pelo FAC - Fundo de Assistência à Cultura, de Mauá e que a escritora é uma espécie de documentarista da literatura produzida aqui na região do grande ABC paulista. Além de ser autora do fazer literário em Mauá (presente nesta coletânea), Iracema, através dos seus livros Argamassa e mais 14 poemas sobre Mauá, 2005; Babilônia de Papel (e outros artigos sobre obras e escritores de Mauá e da região do ABC paulista, 2006;Vida e Obra de Aristides Theodoro (um perfil quase completo), 2008 e Esta valsa é nossa (prefácios, posfácios e orelhas), 2012 – Edições Costelas Felinas; trata do registro literário da região, visto que todos estes compêndios enfeixam artigos seus e de outros escritores daqui, com o olhar voltado ao ”País do ABC paulista!, como costumo dizer, devido à sua grandeza geográfica e produção de uma excelente literatura.                                                  
Iracema, agora com este – O exótico vira latas, Conversando com a chuva (e outras crônicas), o primeiro livro de sua autoria, no gênero, nos leva a pensar que o Estado do Ceará, a exemplo da consagrada Rachel de Queiroz, acaba de ganhar uma nova e grande cronista, dissertando sobre vários temas, dando ênfase às letras e correlatos; às viagens à sua terra natal (Limoeiro do Norte-CE), focalizando sua gente, costumes, comidas, bebidas, falares, as paisagens exuberantes, etc; e mais uma vez a cronista deita no papel registros da Cidade da porcelana e do ABC por meio de várias crônicas, entre elas Toca Filosófica, Escritores de São Caetano do Sul, Alguns passos do fazer literário em Mauá e provincianismo.
O livro de Iracema M. Régis, uma vez aberto e lido o primeiro parágrafo, jamais será abandonado antes do final – um livro envolvente, que leva o leitor a participar de cada tema abordado, como se a estória estivesse se passando com ele próprio. Chego a profetizar que O exótico vira latas, Conversando com a chuva (e outras crônicas) é sem dúvida alguma um dos seus melhores trabalhos, ao lado de Conversa de Botequim (contos), o qual foi muito bem acolhido por um dos maiores críticos literários da atualidade, o poeta cearense, Dimas Macedo, segundo estas palavras: (...) “Você, ao seu jeito, revelou a sua grande vocação para a Literatura. O conto se fez grande, musical e soberano. Trata-se do seu encontro com a Literatura”.
Iracema M. Régis, queiram ou não, é a maior autoridade, quando se fala em movimentos literários na região do ABC, pois já publicou vários livros semelhantes a este, abordando o mesmo tema. 

adquira o livro diretamente com o(a) autor(a) iracemamendes2011@bol.com.br 
Ed. Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.