Pular para o conteúdo principal

PAISAGEM MINEIRA - Ivo Pereira

O poeta pisa cuidadosamente sobre as cortantes pedras dos versos, buscando os mistérios do coração, sob a luz dos cristais da alma, com sede de luz, vasculhando os segredos da poesia, buscando caminhos de versos, trilhando paisagens mineiras.
O livro foi escrito de 1982 a 1988 em Ouro Preto, Ituiutaba e Diamantina. O poema Paisagem mineira foi escrito em Ouro Preto nos anos 1981 durante o 6º Festival Estadual de Teatro de Minas Gerais (FESTIMINAS) e amadurecido em Ituiutaba. O poema foi musicado em Diamantina.  A música Paisagem mineira venceu o V Livre Cantar – Festival da Canção de Diamantina em 1987 e ficou entre as dez melhores músicas do Melhor dos Festivais de Minas e Melhor Letra nesse festival em 1988.  O livro Paisagem Mineira foi publicado em 1995 e reeditado em 2015, numa edição revisada e ampliada pelo autor.



Momento

Paro na escada da igreja
E me perco olhando a imagem:
As ruas estreitas e caladas
Ressuscitam o cantor de seresta.
As casas misteriosas e velhas
Guardam os segredos das famílias.
Deus resolveu limpar sua alma
Deixando as lágrimas nos telhados.
Um sino chora anunciando a morte.
O relógio em cima de uma torre
Mostra a última chance do pecador.
As mulheres são fadas
E os homens são santos e heróis.
Quando a noite chega com o vento
O silêncio solta os anjos do altar.


Adquira diretamente com o autor ivopereiras@gmail.com 
Costelas Felinas - livros e revistas artesnais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.