Pular para o conteúdo principal

FESTIVAL ARTE & TRABALHO - Grupo Poetas Vivos


O Grupo Poetas Vivos, integrando as comemorações da Semana do Trabalhador e do Festival Arte & Trabalho, apresenta o Sarau Literomusical "Fruta Aberta", inspirado na obra do poeta amazonense Amadeu Thiago de Mello, um dos mais influentes e respeitados do país, reconhecido como um ícone da literatura regional e com obras traduzidas para mais de trinta idiomas.
Thiago de Mello nasceu em Barreirinha, uma pequena cidade fincada à margem direita do Paraná do Ramos, braço mais comprido do rio Amazonas. Ainda jovem, abandonou o curso de Medicina para se entregar por inteiro ao caminho da arte poética e, 1951, com o livro Silêncio e Palavra, irrompe o cenário cultural brasileiro, recebendo a melhor acolhida da crítica. Com o passar dos anos, mergulha nas raízes da sensibilidade humana de seu povo, explorado, sofrido e, ao mesmo tempo, generoso, sem perder o sóbrio lirismo de sua poesia e pondo-se por inteiro a serviço de relevantes causas sociais. Após enfrentar a prisão e um longo e doloroso exílio, retorna ao Brasil e de volta à sua terra natal, onde vive até os dias de hoje.
Seu poema mais conhecido, Os Estatutos do Homem, exalta os valores simples da natureza humana.
Em sua poesia, o lirismo, a sensibilidade humana, a alegria de viver, a luta contra a opressão, o amor constante à Amazonia natal, se reúnem harmonicamente, num tecido de força e beleza. Thiago de Mello se joga por inteiro em sua poesia, coração, cabeça e sentimento, com autenticidade e força interior.
Fruta Aberta traz o chamado da terra aos homens, irmãos da natureza, para viver a vida verdadeira de justiça, claridade e alegria... a descoberta do caminho e a canção que se faz com o outro, canção aprendida com os antepassados, o compartilhar e o repartir... a força do povo e da união, num canto de paz e liberdade, voltando a ser criança, pura e simples.
Fruta Aberta traz o silêncio e a verdade do mundo: velho pássaro que dorme feito um menino... um mundo onde todos comerão do mesmo pão e terão uma única certeza: o amor vale a pena!


enviada por Sol Martines

Comentários

Regina Alonso disse…
Lá estaremos, pois a vida é 'casa encantada, onde moramos e mora em nós'! Vida que 'a queremos assim verdadeira, cheirando a manga e jasmim'! E lá vamos 'no escuro (já nem tanto), cantando, porque a manhã vai chegar'!
Venham todos, companheiros! O dia já vai raiar!
Anônimo disse…
Longe perto estarei presente pela admiração ao poeta!

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.