Pular para o conteúdo principal

RASURAS SOBREVIVENTES - Neusa Zanirato

MINHA MÃE-NATUREZA

     Minha mãe fazendo canteiros, plantando e colhendo. Era a minha mãe natureza ajudando a natureza. E brotavam cenouras, alface, almeirão, vagem, repolho, milho, mandioca e os moranguinhos... Ah, os moranguinhos! Os canteiros mais lindos de nosso quintal na época de sua colheita! A horta era cercada por bananeiras, limoeiros, laranjeiras e tinha como vizinha a mais bela parreira que já conheci, sempre verdinha, coalhada de cachos de uva enormes e muito doces nos meses de verão. Era embaixo da parreira que brincávamos de boneca, casinha e de comadre. Comíamos na própria horta os legumes e verduras cultivados por minha mãe, sem agrotóxicos, e tinham o gosto bom do amor, da pureza e da sabedoria daquelas mãos caprichosas.

     O ritual do cuidado começava logo pela manhã: mal o sol nascia minha mãe regava os canteiros, arrancava os matinhos que insistiam em nascer todos os dias, retirava as folhas mais velhas das verduras e colhia o que seria preparado na refeição daquele dia. Ainda tenho na memória as cores e o sabor da comida caseira, jamais encontrados em qualquer dos restaurantes sofisticados que vim a conhecer muito depois. O verão trazia surpresas maravilhosas: as chuvas do meio da tarde faziam os cachos de uva amadurecerem num toque de mágica.  Era sempre sol e chuva (casamento de viúva) coroados por um lindo arco-íris que operavam o milagre dos cachos de uva, que se eram verdes pela manhã, tornavam-se maduros após a chuva. E corríamos para debaixo da parreira, e ali mesmo comíamos os cachos maiores e mais doces, junto a um cenário de água, luz e cores.

     Moramos, depois,  em várias casas e várias cidades. Não havia mais parreira, porém a horta era preparada e cultivada por minha mãe a cada nova moradia que chegávamos. Os vizinhos sempre iam buscar “um pouco de verdura” da dona Irene e elogiavam as folhas largas e verdinhas, os legumes tenros e perfeitos na forma. Mãos mágicas de minha mãe! Mãos abençoadas pela natureza!

     Hoje não tem mais dona Irene. Não temos mais horta em nossa casa. Apenas guardamos na memória o sabor da infância misturado a uma grande saudade que nos provoca doces lembranças.

Costelas Felinas 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.