A CAMINHO DO UMBIGO - Geraldo José Sant"Ann

Por que escrevo? Escrever sempre fez parte de mim. Desde que me reconheço como um ser pensante! Durante anos acumulei o que escrevi. Contos, Poemas, Romances. Tudo ficou trancafiado sem direito a um mísero raio de luz. Mas de repente “fiat lux”! Surgiu, então, Encantamento, publicado por esta Editora e com o carinho da Cláudia Brino e Vieira Vivo. Após essa grande explosão outros trabalhos se sucederam e creio que agora não cessam mais. Tomei gosto pela coisa.
 Estimulado por isso criei o blog:....................................... http://profgeraldojsantanna.blogspot.com onde passei a registrar minhas inspirações.
                     Passado um tempo e produzindo novos poemas entendi que seria o momento de mais uma vez dar a eles visibilidade. Foi aí que surgiu “A Caminho do Umbigo”. O cordão umbilical resultante do parto costuma cair entre uma a duas semanas após o nascimento, formando assim o nosso umbigo. Uma vez sem o cordão umbilical nos desconectamos da fonte. A partir desse momento passamos a nos reconectar de alguma maneira com aquele “paraíso perdido”. No livro “Desaforismos”, de Georges Najjar Jr, encontramos a frase “o umbigo é uma cicatriz profunda da nossa primeira separação”.
                     Este livro não nos religa a nossa fonte primordial, mas apresenta as muitas nuances de quem somos. Nossas expectativas, medos e desejos. Nossos sonhos e nossos pesadelos. De alguma maneira fala um pouco de nossa essência.
            Também cito uma exclamação de Kléber Novartes “Meu umbigo... meu mundo!”. Caminhando rumo aos nossos umbigos, à cada página, que você encontre alguns sinais que revelem sentimentos e momentos cotidianos, reflexões e dúvidas, risos e silêncio. Espero que apreciem mais esse trabalho

Adquira diretamente com o autor
santana.geraldo@gmail.com 
Costelas Felinas - livros e revistas artesanais
http://artesanallivros.blogspot.com.br/

Comentários

clevane disse…
OLÁ, GERALDO SANT'ANNA! TENHO MUITOS POEMAS NO TEMA UMBIGO (E AFINS -NA TEMÁTICA) , APRESENTEI DOIS EM UM SARAU DE DEZEMBRO, NUMA FESTA.COMO PSICÓLOGA, APLAUDO SEU TEXTO ! DEPOIS, LI NUM LIVRO DO POETA EQUATORIANO HUMBERTO Humberto Napoleon Varela Robalino, UM DOS DELES , IDEM E FIZ A VERSÃO , QUE MHARIO Mhario Lincoln PUBLICOU NA REVISTA POÉTICA BRASILEIRA, JUNTO A UM DOS MEUS. A PARTIR DAÍ, TORNEI-ME 'VERSADORA" DO POETA...PARABÉNS, GERALDO SANT'ANNA!
CLEVANE PESSOA