Pular para o conteúdo principal

PÉTALAS DISPERSAS - Clara Sznifer

 Há alguns anos, quando iniciávamos o trabalho do Projeto Café com Letras,   da AMBEP,  Clara apareceu. De início tímida, foi-se revelando aos poucos. Seus textos surpreenderam-nos pela boa qualidade.  Até então, os afazeres da casa, os cuidados com a família haviam tomado quase todo o seu tempo. Mas a vocação estava ali. E tivemos a honra e a felicidade de vê-la florescer. Dali para o Grêmio de Haicai Caminho das Águas e para o Grupo Cantigas Praianas nada mais houve que um movimento natural de quem nasceu para a arte .
  Há alguns anos, quando iniciávamos o trabalho do Projeto Café com Letras, 

    Agora com este apanhado de haicais, produzidos em sua atividade de componente do Grêmio, Clarinha realiza um sonho. Sua sensibilidade, seu amor à natureza e à vida, tornaram-na uma Observadora. Observa com olhos de haicaísta, com interpretação de poeta, todas as manifestações dos elementos naturais com que se depara no cotidiano. Do amanhecer às nuanças do poente, do sol de cada estação à luz da lua; da mínima expressão floral às mais frondosas árvores; de um caracol cá na terra, ao voo mais alto dos pássaros, nada escapa ao seu registro. Assim, em busca da beleza da simplicidade –“wabi” ;  da leveza – “karumi”, que rodeiam os ‘kigos“, essências do haicai, vai Clara,  tecendo seu caminho , evocando Bachô, e honrando nossos mestres mais próximos: Teruko e Goga. Que posso dizer à Clara senão que me alegro de sua caminhada  ter começado conosco,   que  desejo que ela prossiga, sem esmorecimento, neste árduo e prazeroso ofício  de escrever? - prefácio de Sonia Adarias Soares Bruno
adquira com a autora  clsznifer@gmail.com 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.