DUPLO MERGULHO - de NATANAEL GOMES DE ALENCAR e LEONARDO SÓ

Duplo mergulho para dentro do abismo lírico do nosso tempo.

O poeta e filósofo francês Jean-Yves Leloup em um verso do longo poema ‘ La sagesse du Saule’ diz: ‘ L’ assise d’ abord. Les racines’  ou seja ‘A postura, antes de mais nada está nas raízes’ em minha imprecisa e livre tradução, este primeiro livro de poesias de Leonardo Só e de Natanael Gomes de Alencar ( Natan) tem uma grande importância para mim, não apenas  por ser o livro de dois amigos e poetas que admiro, mas porque de um certo modo ele é o testemunho da existência de uma postura ética dentro da chamada vida literária’, esta expressão que ao contrário do que muitos pensam, não significa uma demarcação entre a vida e a literatura, mas indica a força de todos os instantes em que uma toma da outra sua energia e
sua aura, no caso de Natan e de Leonardo , dois amigos que se unem para registrar seus poemas, essa energia  e essa aura são permeadas pela luz da amizade e no fundo a poesia é a amizade entre a linguagem e o mundo. Os dois poetas já se apresentam na abertura de seus respectivos livros, o que gostaria de ressaltar nesta brevíssima nota a guisa de prefácio, talvez um dos mais curtos prefácios que já escrevi, por conta da impossibilidade das palavras de darem conta de uma emoção, no caso a da alegria que sinto ao anunciar que o mercado, as dificuldades da vida, a solidão profunda como destinação, a pobreza ( e sua dignidade secreta) , nada disso foi capaz de impedir que esses poemas brotassem como uma flor no duro asfalto de uma cidade industrial chamada Cubatão, esse duplo mergulho da semente dentro de um abismo lírico.   por Marcelo Ariel



O autor Natanael de Alencar tem publicado também com a Costelas Felinas o livro infantil CRIANCICE POÉTICA

ed. Costelas Felinas - livros e revistas artesanais
http://artesanallivros.blogspot.com.br/

Comentários