Pular para o conteúdo principal

ENCONTRO - de Clara Sznifer

Desabafo

Dor, ó dor,que me enche este vazio,
alimenta esta angústia
e guia-me os dedos,
num cinzento momento  crepuscular.

Poetar, solitário poetar!
preenche esta lacuna.
Permite-me o libertário vôo,
nas asas desta lauda,
no balanço sonoro das palavras.


A paz é um sonho
que insistimos em concretizar.
A poesia é panacéia

Para as dores aliviar.

Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.