Pular para o conteúdo principal

ENCONTRO - de Clara Sznifer

Desabafo

Dor, ó dor,que me enche este vazio,
alimenta esta angústia
e guia-me os dedos,
num cinzento momento  crepuscular.

Poetar, solitário poetar!
preenche esta lacuna.
Permite-me o libertário vôo,
nas asas desta lauda,
no balanço sonoro das palavras.


A paz é um sonho
que insistimos em concretizar.
A poesia é panacéia

Para as dores aliviar.

Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

sarau poético "A poesia no Folclore"

A Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios tem a satisfação de convidar você para o sarau poético na Casa do Barão, sábado próximo, dia 05 de agosto, às 15 horas. O tema será "A poesia no Folclore". Venha. Sua presença é muito importante. E após o sarau você poderá  conhecer o Café do Barão para se deliciar com um cafezinho gostoso.  Rua Frei Gaspar, 280.
indicação Deise Domingues Giannini