Pular para o conteúdo principal

VIAGEM AO CENTRO DA TERRA IMPREVISTA DO PAU EM BRASA CÓRREGO DA SANGRIA DESATADA - de ANDRÉ ROCHA DE MIRANDA

No país das maravilhas



Esta é a história de um país sem igual, que não pertence nem ao primeiro, nem ao segundo, nem ao terceiro mundo, talvez, conforme um Fausto televisivo: ao outro mundo.
Algumas destas maravilhas, só são maravilhas mesmo se vistas muito de cima: de helicópteros, jatinhos, gáveas de iates, de corcovas postais, de picos açucarados e de coberturas duplex.
            Esta obra é feita das contradições da politica, de esquerda à direita, volver:
“Nenhum roubo se compara a fundação de um banco” – Ópera dos Três Vinténs, B. Brecht.

“Comunismo é uma espécie de alfaiate que quando a roupa não fica boa faz alterações no cliente” - Millôr Fernandes.

faça 01 exemplar grátis de sua obra

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

sarau poético "A poesia no Folclore"

A Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios tem a satisfação de convidar você para o sarau poético na Casa do Barão, sábado próximo, dia 05 de agosto, às 15 horas. O tema será "A poesia no Folclore". Venha. Sua presença é muito importante. E após o sarau você poderá  conhecer o Café do Barão para se deliciar com um cafezinho gostoso.  Rua Frei Gaspar, 280.
indicação Deise Domingues Giannini