Pular para o conteúdo principal

ESTRADA DOS SONHOS - de Edite Capelo

Poetisas e poetas são como estrelas, todas têm sua luz própria, embora de cores e intensidades diferentes. Umas brilham mais outras menos, mas todas brilham, iluminando o céu da morada do Homem e chegando ao coração de cada um de nós. Assim, é com grande honra que aceitei o convite da Edite, estrela de intensa luminosidade, para apresentar este livro de poesias, que contam experiências pessoais, sociais e observações da natureza e nos encantam com a sua sensibilidade, principalmente quando é citado aquele que vem acariciar a nossa querida Santos: o mar. - por  Dr. Aldo Ramos Santos 

À BEIRA DO MAR...

Grandes lampejos vieram
No céu desenharam clarões
Ecos estrondosos se ouviram
De estremecer corações.


À beira do mar no silêncio
Eu não pretendo ficar!

Segue a vida a caminhar
Vou sair do devaneio
Quando este verão aflorar
Sairei deste bloqueio.

À beira do mar no silêncio
Eu não pretendo ficar!


adquira diretamente com o autor(a) e receba em casa o livro autografado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

Trajes Poéticos - RIMA ENCADEADA

Palavra final do verso que rima com outra palavra do meio do verso seguinte.

*****

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores do concurso.