MEMÓRIAS ACHADAS – CHRISTIAN BOLTANSKI

Artista autodidata nascido em 1944, em Paris, iniciou sua produção aos 14 anos. Filho de mãe cristã e pai judeu, traz em sua memória marcas do Holocausto, tema que tornou-se parte de sua identidade artística, assim como a tensão singular entre vida e morte, dicotomia que reflete em sua obra tanto de maneira autobiográfica como a partir da histórias individuais de outras pessoas. Memória e arquivo representam os dois fios condutores
de seu trabalho. As questões mais efêmeras da vida, seus sinais mais triviais – como informações encontradas em uma lista telefônica ou as centenas de fotos de família que compõem cada uma das histórias anônimas que povoam o mundo – constituem a matéria-prima da obra de Boltanski.

postagem enviada por PANDORA PIX

Comentários