Pular para o conteúdo principal

AMOR ERVIL AMOR LIVRE - Clevane Pessoa

LIVRE-se de laços, amarras,
algemas, mordaças.sem jamais parecer igual entre iguais:
foto Cláudia Brino

ERVIL
        ILHA
NÃO SEJA UMA PÉROLA VERDE APERTADA EM UMA BAGA
A OUTRA ESFERA ACOMODADA.
ABERTA AS DUAS LONGAS PARTES, ROLE PARA LONGE,
POIS SE NÃO O FIZER PODERÁ SER APENAS MAIS UMA
CONSERVADA  EM UMA PEQUENA LATA.
ESTA, ABERTA, NÃO SIGNIFICARÁ  A OBTENÇÃO DA LIBERDADE.

 Não seja uma      ilha.
Não seja uma ervilha.


Não esFERA
Mas    FERA
                       de asas
pantERAlada

No amor é preciso ser/ter ALMA  libertária
Cantar bolero ou ária
Reinventar a hora da neblina
escolher a posição desejada.
da  do kamasutra à primária:
primEVA   a imitar os animais
serpenteie-se , enrosque-seio
seja ioiô no espaço dos desejos.
Escolher entre ser  pente
nos cabelos  do tempo
aleatoriaMENTE
( das escolhas de ferir ou manchar
 lavar ,salvar, curar)
ou   ser  esCOVA
indefinidaMENTE, desmanchar os cachos naturAIS.
Deixe-se levar ao matrimônio
celebrado apenas pelos dois nubentes
-são apenas   testemunhas , os demais.
sem templos , sem contratempos,
com a liberdade de ser, no espaço para estar
e fazer.
Parcerias  MAR cadas pelos deuses,
Cada qual surfando suas próprias ondas,
Porém no mesmo MAR
Os       nomes    abraçados
Os  beijos  ,portões escancarados,
Para um mundo sem peias.

postagem enviada pela autora




Comentários

Cris Dakinis disse…
Poema muito gostado. Em especial o MAR cadas... Muito criativo, parabéns!!
clevane disse…
CRIS DAKINIS, QUE BOM TERES APRECIADO ESSE EXERCÍCIO POÉTICO!GRATA A TI E A TU CLAUDIA BRINO, PELA POSTAGEM!
ABRAÇOS.
CLEVANE

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.