LARANJA SOLIDÁRIA - Eugênio Borges

A saga decorre durante a ditadura militar que se iniciou em 1964, no subúrbio carioca de Madureira, mostrando a violência repressiva sofrida pelos intelectuais, pelo povo oprimido e toda a exclusão social que causou.

O romance tem início nos anos dourados da época do presidente JK, enveredando pelos anos de chumbo da repressão. Percorre os subterrâneos dos excluídos e a vivência da sanguinária repressão militar, que culminou em centenas de assassinatos políticos.
O fio condutor da história nos leva para um mundo surreal, como se fosse a única saída possível daquela realidade avassaladora.
Como quem tropeça em um muro intransponível, o protagonista sublima-se e sobrevoa o que é verdadeiro, entregando-se ao seu interior. Sem saída possível, ele encontra uma metáfora que não pertence à esfera do real, em um futuro muito distante, escapatória do cotidiano, transportando o leitor para um mundo tão lógico que imita a existência conhecida.
Romance de leitura fluida, que prende a atenção do leitor, com grande carga emotiva.
Marca o 50º aniversário da implantação da ditadura militar no Brasil.


Veja como ficou na FACE duas postagens - clique abaixo


LARANJA SOLIDÁRIA - Eugênio Borges 
medalha de prata no CONCURSO INTERNACIONAL UBE/2013 - adquira diretamente com o autor
capa dura - 100 páginas
Costelas Felinas


Comentários