Pular para o conteúdo principal

DO VINHO - Clevane Pessoa

Desde as gavinhas, nas vinhas,
foto Cláudia Brino
agarradas aos galhos.
o vinho tem sutilezas sensuais,
que vem das uvasmamilos.
Uvasovários,
Uvasovas roxas, verdes.
antes pisadas no lagar,
onde os poros das solas recebiam o néctar,
e pelas pernas subia o suco mais que mágico
até chegar aos odres  corporais.

<>
Há taças feitas no moldes dos seios
da mulher amada, ou da musa,
por isso as taças eram largas ,
representando as bases rosadas das mamas
As fluts, segundo experts, não são apropriadas
Ao champagne.

Para os outros vinhos, espaços especiais.
Há quem beba em cálices corporais,
onde se mesclam
Os rocio dos desejos  naturais
Ao cheiro e ao sabor pungentes do vinho.

<>
O aroma nos toma, o sabor se espalha pela ávida língua
Deixando as papilas gustativas
Por um bom tempo, tomadas
Pelo milagre da maturação depois da colheita.

<> 
Simbólico e lúdico.
Quando Baco inventou,
talvez incidentalmente,
ou com laivos de malícia,
essa bebida con/sagrada,
foi para soltarmos as peias,
dos amigos à mulher amada,
do amante ao sacerdote
e revelarmos ao universos
segredos mais-que-secretos
segredos sagrados ,marcados e a marcar,
segredos plúmeos e plúmbeos,
na alegria de poder contar
o inenarrável  sentimento
oculto nas dobras de gaze
de nossa fragilidade humana.
E ao som da flauta do deus gaiato
Se luxurioso,modularmos palavras soltas...



postagem enviada por Clevane Pessoa 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Trajes Poéticos - RIMA EMPARELHADA

rimas que ocorrem seguidamente em pares.

*********

os poemas publicados aqui participaram do concurso Trajes Poéticos realizado pelo Clube de Poetas do Litoral - salvo os poemas dos autores cepelistas que foram os julgadores dos poemas.              

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI

VII Seletiva Nacional de Poesia – 2017 Para a edição do livro VII COLETÂNEA SÉCULO XXI - que trará uma Homenagem ao poeta e professor Pedro Lyra – 
(será o 41º livro editado pela PoeArt Editora- DESDE 2006 COM VOCÊ!) (Prazo: ATÉ 30 de abril de 2017)
(somente pela INTERNET)


   A PoeArt Editora de Volta Redonda RJ, institui o livro VII Coletânea Século XXI  (depois das bem sucedidas Antologias Poéticas de Diversos Autores, Vozes de Aço da I a XVIII, depois do sucesso da I a VI Coletânea Século XXI, do livro Cardápio Poético, 1ª e 2ª edição, I a III Coletânea Viagem pela Escrita. Dentre os já homenageados por suas contribuições literário-culturais em nossos livros, estão: Adahir Gonçalves Barbosa, Alan Carlos Rocha, Álvaro Alves de Faria, Astrid Cabral, Clevane Pessoa, Flávia Savary, Flora Figueiredo, Gilberto Mendonça Teles, Maria Braga Horta (in memoriam), Maria José Bulhões Maldonado, Mauro Mota, Olga Savary, Oscar Niemeyer, Pedro Albeirice da Rocha e Pedro Viana.


SEM TAXA DE INSCRIÇÃO: (AT…

SAFRA VELHA DE CLÁUDIA BRINO recebe indicação do International Poetry News

É com alegria e surpresa que acabo de receber de Giovani Campisi a notícia de que o livro Safra Velha de Cláudia Brino (Costelas Felinas) é um dos livros indicados para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura 2018.

Indicado pelo jornal International Poetry News entre 25 títulos de autores internacionais encaminhados ao Comitê Organizador do Prêmio Nobel de Literatura - 2018
A indicação foi feita pela Direzione Editoriale / Edizioni Universum

clique na imagem e veja a IPN  INDICAÇÃO NO - INTERNATIONAL POETRY NEWS


Este livro não é vendido em livrarias e se movimenta à margem da grande mídia. Adquirindo a versão impressa você receberá dedicatória especial tendo o seu nome impresso no livro.