TOCANDO ESTRELAS EM PARAÍSO - Iracema Ananias*

Ira por Ira
                                                    Sou  Iara do Ivaí - herança das águas do rio de minha infância. Sou Ira e sou Cema. Ira é mais forte. Sou muito mais Ira! Lembro de Ira Von Fürstenberg, a mulher mais bonita depois de Ava Gardner. Quando menina, sonhava ser linda como elas,  mas eu era uma curumim...
      Sou uma índia italiana. Sou ítalo/tupini-quim. Criada em liberdade, fugindo de boi bravo, comendo fruta empoleirada nos galhos e nadando nos riachos. Não poderia ser Fürstenberg nem Gardner. Sou Giglio/Ananias, sou Brasil, sou Iara, sou irada, sou Ira!
      Caminhante, pisei com reverência o chão batido dos casebres e com displicência os  assoalhos encerados.   Em meus sonhos, caminhei sobre  telhados, arvoredos e gramados...
      Continuei caminhando.  A vida não deteve meu caminhar. Em minhas andanças, feri pés e coração. As cicatrizes, considero como troféus!
      Percorri minha terra sentindo-me forasteira, às vezes. Andei por muitos caminhos e veredas. Acampei em lugares insólitos e conheci a   diversidade de meu país.
      Em terras alheias, usei rotas alternativas:  explorei os Everglades na Flórida e  Óbidos  em

 Portugal. Na França, fiz piquenique à beira das estradas.Vi os pinguins no Canal de Beagle e os glaciares da Patagônia. Colhi flores em Bariloche, Calafate, Ushuaia e no vale do rio Jordão. Fotografei o sorriso de uma menina beduína no deserto da Judéia e lambi o sal do Mar
Morto. Na Itália, respirei enxofre na cratera do Vesúvio.
      Continuo caminhando. Minha vida é um  eterno recomeçar...  por   Iracema Ananias*

Costelas Felinas - livros e revistas artesanais

Comentários

Anônimo disse…
Gostei muito de sua apresentação.
Uma maneira legal de conhecer um pouquinho o autor
Pamela Andrade